Programa Natureza Empreendedora

Com o objetivo de pensar formas inovadoras e diferentes de conservação da biodiversidade, a Fundação Grupo Boticário lança o 3º Ciclo do Programa Natureza Empreendedora, para capacitar e acelerar negócios de impacto socioambiental positivo nos municípios da Grande Reserva Mata Atlântica.

Por meio de um programa de aceleração executado pelo SEBRAE-PR, serão selecionados até 15 negócios de impacto que terão a oportunidade de fortalecer ainda mais os seus negócios para contribuírem com um novo modelo de desenvolvimento local e para o aumento do investimento privado para conservação.

 

Após a realização de um estudo sobre o cenário empreendedor na Grande Reserva Mata Atlântica, o território foi escolhido para sediar essa estratégia devido a oportunidade de aumentar o baixo índice de empreendedorismo regional e apoiar negócios alinhados a uma das principais vocações desta região, a conservação de um dos biomas mais ameaçados do Brasil.

Sendo assim, este território, incluindo todos os 50 municípios do Paraná, São Paulo e Santa Catarina é considerado o cenário ideal para a expansão territorial neste 3º Ciclo. Biodiversidade, cultura local, natureza, ecossistemas conservados podem ser vistos como um ativo para que empreendedores locais consigam gerar receita e transformar seus negócios e suas comunidades através da inovação e do empreendedorismo.

Ciclo 2021

Quem pode participar

Negócios de impacto positivo para a conservação da natureza sediados e/ou que gerem impacto positivo por meio de atividades em pelo menos um município dos estados de SC, PR e SP que integram a Grande Reserva Mata Atlântica.

1

Território Grande Reserva Mata Atlântica  (“GRMA”)

Municípios de Apiaí (SP), Barra do Turvo (SP), Cajati (SP), Cananéia (SP), Capão Bonito (SP), Eldorado (SP), Guapiara (SP), Ibiúna (SP), Iguape (SP), Ilha Comprida (SP), Iporanga (SP), Itaóca (SP), Itariri (SP), Jacupiranga (SP), Juquiá (SP), Juquitiba (SP), Miracatu (SP), Pariquera-Açu (SP), Pedro de Toledo (SP), Peruíbe (SP), Piedade (SP), Pilar do Sul (SP), Ribeirão Grande (SP), São Miguel Arcanjo (SP), Sete Barras (SP) Tapiraí (SP), Adrianópolis (PR), Antonina (PR), Bocaiúva do Sul (PR), Campina Grande do Sul (PR), Guaraqueçaba (PR), Guaratuba (PR), Matinhos (PR), Morretes (PR), Paranaguá (PR), Piraquara (PR), Pontal do Paraná (PR), Quatro Barras (PR), São José dos Pinhais (PR), Tijucas do Sul (PR), Tunas do Paraná (PR), Campo Alegre (SC), Garuva (SC), Itapoá (SC), São Francisco do Sul (SC), Schroeder (SC), Jaraguá do Sul (SC), Joinville (SC), Corupá (SC), São Bento do Sul (SC)

2

Pelo menos um dos segmentos que os negócios devem se enquadrar:

1. Turismo sustentável;
2. Pesca, aquicultura e maricultura sustentáveis;
3. Agricultura, pecuária e manejo florestal sustentáveis;
4. Produtos e serviços sustentáveis;

3

Edital

Faça o download do edital e consulte o regulamento:

Edital

Conteúdo (temas que serão trabalhados)

Serão trabalhados conteúdos de OKR, Tendências para negócios de impacto em conservação da biodiversidade, Teoria da mudança, Modelo C, Mensuração de impacto, Comportamento empreendedor e neuroliderança, Gestão financeira, Comunicação e marketing e Estruturação de Pitch.

Resultado do processo de seleção dos participantes

Ciclo 2021

Quem pode participar

Negócios de impacto positivo para a conservação da natureza sediados e/ou que gerem impacto positivo por meio de atividades em pelo menos um município dos estados de SC, PR e SP que integram a Grande Reserva Mata Atlântica.

1. Território Grande Reserva Mata Atlântica  (“GRMA”)

Municípios de Apiaí (SP), Barra do Turvo (SP), Cajati (SP), Cananéia (SP), Capão Bonito (SP), Eldorado (SP), Guapiara (SP), Ibiúna (SP), Iguape (SP), Ilha Comprida (SP), Iporanga (SP), Itaóca (SP), Itariri (SP), Jacupiranga (SP), Juquiá (SP), Juquitiba (SP), Miracatu (SP), Pariquera-Açu (SP), Pedro de Toledo (SP), Peruíbe (SP), Piedade (SP), Pilar do Sul (SP), Ribeirão Grande (SP), São Miguel Arcanjo (SP), Sete Barras (SP) Tapiraí (SP), Adrianópolis (PR), Antonina (PR), Bocaiúva do Sul (PR), Campina Grande do Sul (PR), Guaraqueçaba (PR), Guaratuba (PR), Matinhos (PR), Morretes (PR), Paranaguá (PR), Piraquara (PR), Pontal do Paraná (PR), Quatro Barras (PR), São José dos Pinhais (PR), Tijucas do Sul (PR), Tunas do Paraná (PR), Campo Alegre (SC), Garuva (SC), Itapoá (SC), São Francisco do Sul (SC), Schroeder (SC), Jaraguá do Sul (SC), Joinville (SC), Corupá (SC), São Bento do Sul (SC)

2. Pelo menos um dos segmentos que os negócios devem se enquadrar:

1. Turismo sustentável;
2. Pesca, aquicultura e maricultura sustentáveis;
3. Agricultura, pecuária e manejo florestal sustentáveis;
4. Produtos e serviços sustentáveis;

3. Edital e ficha de inscrição

Faça o download do edital e consulte o regulamento:

Edital

Acesse o formulário e faça sua inscrição:

Formulário de Inscrição

Conteúdo (temas que serão trabalhados)

Serão trabalhados conteúdos de OKR, Tendências para negócios de impacto em conservação da biodiversidade, Teoria da mudança, Modelo C, Mensuração de impacto, Comportamento empreendedor e neuroliderança, Gestão financeira, Comunicação e marketing e Estruturação de Pitch.

Resultado do processo de seleção dos participantes

Cronograma 2021

Conheça mais sobre o Programa Natureza Empreendedora

Durante o primeiro ciclo do programa, em 2019, o trabalho contou com um processo de ideação de negócios, voltados à solução de problemas socioambientais de 4 municípios do litoral paranaense. Muitas ideias surgiram desse processo e foi identificado que, além de fomentar novas ideias, também era necessário apoiar os negócios já existentes, ampliando seu impacto positivo na conservação da natureza. Desta forma, em 2020, o Programa Natureza Empreendedora atuou com 20 negócios que já impactavam positivamente a conservação de 15 municípios paranaenses da Grande Reserva Mata Atlântica, mas precisavam de apoio para se estruturarem. Por meio de um processo bastante dinâmico, os empreendedores tiveram a oportunidade de aprimorar a gestão do seu negócio e principalmente do seu impacto positivo em conservação. No final do programa, os negócios passaram por uma banca avaliadora, composta por 8 especialistas, que observou critérios pré-estabelecidos em edital, e os 3 negócios mais bem avaliados pela comissão julgadora foram premiados.

Portifólio