• Perguntas Frequentes

    Tire aqui a sua dúvida

Perguntas Frequentes

É uma ação mobilizadora viabilizada pelo Sebrae, AMP e Governo do Estado junto com parceiros estratégicos do setor produtivo e de crédito que visa a retomada da economia do Estado do Paraná junto aos municípios

Para os 399 municípios do Estado do Paraná junto as prefeituras e sociedade civil organizada

Conforme o lançamento do Governo Estadual.

Duração até o dia 31 de dezembro de 2020.

A prefeitura receberá o Manual físico no seu endereço oficial. Porém para que ela receba todos benefícios do programa tais como assessoria da Central Digital e acesso digital aos produtos e serviços dos parceiros do programa deverá logar em espaço restrito do hotsite do programa.

Sim, serão enviados via Correios 2 exemplares do Manual, além de material de apoio em A3.

De protagonista, de puxador do processo uma vez que decisões rápidas deverão ser tomadas junto coma Força Tarefa.

Além de Gratuito o programa é Inclusivo e Coletivo

Não. O manual foi concebido para ser operacionalizado no modo faça você mesmo. Será disponibilizado uma Central Digital para orientações quanto o uso do manual.

  • Enfrentamento
  • Mitigação
  • Retomada da Economia.

As lideranças políticas que forem candidatas deverão se afastar da Força Tarefa conforme recomendação do calendário eleitoral. Caso esta liderança seja o prefeito, recomenda-se que o mesmo indique quem ficará à frente das decisões junto a prefeitura.

  • Estude os impactos no município;
  • Tenha clareza do momento que estamos vivendo;
  • Entenda os números e indicadores;
  • Tenha uma visão territorial e ampla;
  • Crie a Força-Tarefa (identificar, envolva e engaje toda sociedade civil organizada);
  • Formalize a criação da Força-Tarefa se possível através de portaria ou decreto;
  • Defina com clareza as principais atividades da Força-Tarefa: estruturação do Plano de Retomada da Economia do Município.

Não. O programa vai até dia 31/12/2020. Porém a Força Tarefa tem autonomia para dar continuidade as ações 2021 adentro. A Força Tarefa é a guardiã das estratégias definidas no plano de retomada.

Cada parceiro estratégico do programa terá um espaço exclusivo e independente dentro do hotsite do programa para disponibilizar produtos e serviços gratuitos para as cidades em auxílio ao processo de retomada econômica. Cada parceiro estratégico é responsável por suas ações e entregas. Todos os parceiros, além dos produtos e serviços indicarão um ponto focal para prestar informações das ações ali elencadas. A Central Digital caberá informar apenas sobre a metodologia de uso do manual. A Central não prestará informações dos parceiros estratégicos.

O manual foi organizado com 10 dimensões e 100 dicas para dar os primeiros direcionamentos a Força Tarefa sobre temas importantes para o desenvolvimento econômico e para retomada de uma cidade.

  • Governança – Mobilizar lideranças, juntar suas bases, criar um plano mínimo para o processo de retomada.
  • Economia
  • Crédito
  • Compras Públicas
  • Inovação
  • Tecnologia e Meios digitais
  • Educação Empreendedora
  • Comunicação
  • Legislação
  • Infraestrutura
  • Cidadão e Sociedade
  • Aprender
  • Planejar
  • Agir
  • Sempre com velocidade
  • Poder Público municipal, estadual e federal
  • Secretarias
  • Iniciativa Privada
  • Universidades, ICTs (Institutos e Centros Tecnológicos), Centros de Pesquisa
  • Conselhos
  • Entidades de Classe
  • Associações
  • Sociedade Civil
  • Investidores

É desejável, porém não obrigatório a nomeação da Força Tarefa de maneira formal (decreto ou portaria por exemplo). Caso a Força Tarefa seja nomeada formalmente é importante deixar discriminado no instrumento de nomeação que outras pessoas/entidades podem ser inseridas a qualquer tempo mediante aprovação da própria Força Tarefa.

Mantenha Sempre o foco na economia. Caso aconteça, redirecionar o problema para o departamento competente.

A regulamentação mínima é seguir o manual.

Autonomia da Força-Tarefa é relacionada a condução de ações de retomada econômica.

Sim, a ideia do Programa é preservar Vidas, Empresas e Empregos

Os canais de comunicação devem ser estudados conforme cada região (Ex: carro de som, jornal local, rádio, redes sociais dos membros da Força Tarefa). A comunicação deve ser única, alinhada e integrada. Sugerimos que a Força Tarefa alimente as instituições parceiras com um único release. Recomenda-se que todos publiquem em nome da Força Tarefa e não em nome da entidade exclusivamente.

Criar a Força-Tarefa com pessoas que tenham o conhecimento na área. Pode ser utilizado a secretaria de comunicação já existente no município ou outro órgão semelhante.

Pode escolher os temas mais aderentes a necessidade da região.

Formular, estruturar e ajudar a implementar o plano de retomada da economia da cidade.

Estude os setores econômicos do município, avalie os seus perfis e estabeleça estratégias equilibradas para o retorno das atividades, considerando desde as relacionadas à agropecuária, comércio, indústria e prestação de serviços, até os profissionais autônomos.

A missão principal das Sociedades de Garantia de Crédito (SGC) é contribuir para facilitar o acesso ao crédito das micro e pequenas empresas (MPE) e dos microempreendedores individuais (MEI). Esse objetivo é materializado por meio da concessão de cartas de garantia complementares para seus associados.

As cartas de garantias fornecidas pelas SGC servem para o tomador do crédito lastrear/garantir as suas operações de crédito, tanto de capital de giro como de investimento.

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento descrito em nossa Política de Privacidade e Política de cookies