Há coisas que lemos, aprendemos e guardamos para sempre.

Há coisas que vemos em fotos, em filmes, pela internet, que nos fazem sonhar.

Há coisas que vemos e tocamos ao vivo e em cores e nos fazem perceber o quanto é bom viver.

Apesar dos avanços da internet, viajar ainda é a forma mais barata, pratica e rápida para se buscar conhecimentos e referenciais comparativos sobre o estágio da competitividade da empresa, como também representa uma chance dos empreendedores identificarem oportunidades para novos negócios, perceber tendências tecnológicas, novos processos, design, níveis de preços, novos fornecedores, novas alianças estratégicas.

É dentro deste contexto e em conversas com alguns empresários é que surgiu a ideia de repassar algumas dicas para que o empreendedor aproveite melhor as suas viagens mesmo quando elas são de turismo.

 

  • Assuma o papel de observador – Faça uma lista do que você considera importante observar durante a sua viagem – Neste ponto você define os resultados da sua viagem;
  • Assuma a atitude de um pesquisador em busca do conhecimento – Se tiver dúvida faça perguntas, mas lembre-se que a humildade é relevante neste momento e reconheça que neste momento deverá controlar a impaciência, aqui também vale aquele ditado “a pressa é inimiga da perfeição”.
  • Registre tudo que puder – Principalmente se a sua viagem tiver muitos dias, se você não registrar poderá perder muitos dados importantes, por isso tanto a máquina fotográfica, celular, filmadoras são essenciais neste momento. Não se esqueça de observar e registrar principalmente o “como e o porquê” as coisas são realizadas desta ou daquela maneira;
  • Organização do tempo – Não deixe para organizar as perguntas que deverão facilitar a sua comparação no futuro e permitir que você reconheça os pontos de oportunidades e melhoria. Não saber o que se quer perguntar pode levar à perda de tempo precioso em sua viagem;
  • Respeite a cultura local – Leia previamente sobre este tema, isto simplifica e muito as coisas e demonstra que você está interessado em fazer algo importante e sério no seu dia a dia;
  • Reciprocidade – Esteja preparado para responder perguntas similares as que você faz, seja sincero e honesto, isto gera um clima de confiança entre as partes;
  • Escolha participar de viagens de grupos de empreendedores – Participar de grupos de empresários pode ajudar na troca de ideias e observações, isto amplia a visão sobre uma mesma realidade além de permitir que você amplie a sua rede de contatos e quem sabe gerar negócios com parceiros de viagem.O sistema SEBRAE tem desenvolvido com certa frequência viagens com o foco de ajudar o empresário a entender melhor os seus negócios e auxiliar na identificação de oportunidades. Por exemplo, se você participa do setor/segmento da moda, o SEBRAE/PR realizará no próximo mês uma missão para a Itália, onde o empreendedor poderá observar novos modelos de negócios, visitar pequenas empresas italianas, bem como realizar um treinamento especifico sobre modelos de negócios da moda no país italiano e ainda receber certificado por esta capacitação. Dúvidas poderão ser esclarecidas com Carla Brustulin, coordenadora do SEBRAE da carteira de projetos de empresas da moda pelo e-mail cbrustulin@pr.sebrae.com.br

    Receba conteúdos exclusivos do Sebrae direto no seu email.

     

     Participando em grupos, o empresário consegue reduzir custos, aumentar sua visibilidade, criar oportunidades de contatos em nível estratégico, com interlocutores comercias ou de autoridades no país visitado.

    Além disso, as viagens são o caminho mais curto para o desenvolvimento das competências das pessoas e aumentar o capital intelectual, de relacionamento, acesso a mercado e visão ampliada de negócios da empresa.

Este conteúdo foi útil para você?
Sim0
Não0

Este conteúdo foi útil para você?
Sim0
Não0

Ei!? O que você achou deste conteúdo?
Compartilhe sua experiência

O seu endereço de e-mail não será publicado.
Todos os campos são obrigatórios.




Privacy Preference Center

Diminuir ou aumentar fonte
Contrast