Depende, mas na maioria dos casos, a resposta é não!

Então por que o Sebrae é apoio o crédito para franquias através do fundo de aval (leia mais no post do consultor Flavio Locatelli Junior) e a ABF tem parceria com o Banco Pan para facilitar o financiamento de franquias?

Porque na maioria dos casos a resposta é não, mas tem alguns em que vale.

O desafio é descobrir o crédito pode ser um bom negócio, então vamos lá:

A melhor situação é quando você não vai abrir a primeira franquia, mas sim uma segunda, terceira e por vai, unidade do mesmo franqueador. Assim você já sabe o que esperar, conhece bem o sistema e os seus números no dia a dia. Assim o caminho é fazer as contas comparando o retorno que deverá ter com o capital investido, e comparar com o que vai ter que pagar, o retorno for menor ou apenas pouco maior que o pagamento total do dinheiro que está emprestando continua não sendo um bom negócio.

Agora pode ser uma boa opção se você conseguir uma taxa e souber que a perspectiva é de que o retorno gerado será bem maior dos juros que pagará.

Tenha sempre em mente que não basta conseguir uma parcela que possa pagar, o importante é que seja um pagamento que seja vantajoso.

Outro caso que pode ser positivo para você é quando tem um capital para investir, mas consegue uma taxa que seja muito baixa e que a expectativa de retorno compense os juros e taxas que irá pagar. Assim não mexe no seu patrimônio e consegue investir para aumentá-lo.

Receba conteúdos exclusivos do Sebrae direto no seu email.

 

Ainda pode ser positivo quando não é para abrir uma unidade, mas para expandir ou reformar uma que já possui e sabe que tem um bom desempenho e que será ampliado após o investimento.

Quando não emprestar?

Quando você precisa. Pode parecer contraditório, mas acompanhe o raciocínio.

Dificilmente conseguirá uma taxa excelente quando está precisando daquele recurso e é a única alternativa que tem. Além disso, por mais que as franquias tenham um risco reduzido, ele continua existindo, e qualquer imprevisto poderá fazer com que não consiga pagar algumas parcelas, e então é vira uma bola de neve.

Muitos franqueadores de sucesso não aceitam franqueados que precisam de dinheiro emprestado para começar, mesmo que tenha crédito e a responsabilidade seja toda do franqueado. O interessado em comprar a franquia deve comprovar que tem todo o recurso necessário.

Só isto já deve nos fazer pensar, se quem está indo bem coloca a não necessidade do empréstimo como pré-requisito, isto deve significar alguma coisa, concorda?

Os negócios de maior chance de sucesso são aqueles que são feitos por analise de uma oportunidade e não por necessidade. Se está colocando a franquia como uma necessidade, pense duas vezes antes de seguir neste caminho.

E se eu não tiver outra alternativa?

Se este for o seu caso reflita bastante se a decisão de comprar uma franquia está sendo racional. É melhor não ter nada do que ter um negócio que vai te gerar dívidas.

Resumindo, não resposta pronta para qualquer situação faça as contas, compare e principalmente faça uma análise fria e racional.

Bons negócios!

 

Este conteúdo foi útil para você?
Sim0
Não0

Este conteúdo foi útil para você?
Sim0
Não0

Ei!? O que você achou deste conteúdo?
Compartilhe sua experiência

O seu endereço de e-mail não será publicado.
Todos os campos são obrigatórios.




Privacy Preference Center

Diminuir ou aumentar fonte
Contrast