Começamos o dia entrando no mundo da fantasia, histórias, emoção, voltamos a ser criança. É assim que você se sente ao entrar na FAO Schwarz. A interatividade e envolvimento que a equipe do FAO faz com o cliente é incrível. A forma que nos é contata a história de cada brinquedo, brinquedos de colecionadores, brinquedos da infância de todas as faixas etárias, impossível não se envolver emocionalmente com esta loja.

                                                                      FAO SCHWARZ

Imaginem um verdadeiro paraíso infantil, onde brinquedos de todos os tipos são expostos de uma maneira interativa e genial. Bichinhos de pelúcias fofinhos e graciosos, bonecas, brinquedos educativos e até a réplica de uma Ferrari que atinge os 24 km/h e custa a bagatela de US$ 50 mil podem ser encontrados. Hoje em dia a FAO SCHWARZ, mais antiga e fina loja de brinquedos do mundo, é conhecida como a “Meca” dos brinquedos, uma marca construída em cima de ideais e sonhos. Afinal, como costumam dizer os americanos, as datas festivas não seriam as mesmas se não fosse a FAO SCHWARZ.
O ponto mais interessante, é a experiência no momento da compra. Todos os produtos estão expostos em stands decorados, e os vendedores estão fantasiados. Dessa maneira a integração loja-clientes é muito forte. As crianças, consumidor-chave para uma loja infantil, escolhem sem olhar o preço. Os pais não querem, de maneira nenhuma, “cortar o barato” dos filhos, a experiência que estão tendo. Logo, o preço torna-se irrelevante.

São cerca de 6.000 metros quadrados de brinquedos realmente espetaculares e únicos, que não podem ser encontrados em nenhum outro lugar, cujo valor oscila desde alguns dólares aos US$ 30 mil da La Petite Maison, casa de boneca personalizada (que dependendo do tamanho, design e objetos escolhidos pelas decoradoras mirins pode custar muito mais) ou os US$ 50 mil de uma Ferrari em miniatura movida à gasolina.

O primeiro andar da loja é dedicado aos animais e brinquedos clássicos. No segundo piso se encontram os brinquedos para meninos e meninas como carrinhos e bonecas, além dos tradicionais Lego e brinquedos para colecionadores e edições limitadas. No subsolo foi criado um fantástico ambiente para toda família, onde estão expostos brinquedos e acessórios para crianças pequenas como também os brinquedos educativos e livros. Mas as estrelas da loja são o piano gigante que pode ser tocado com os pés (como visto no filme da Disney “Quero ser grande”, estrelado por Tom Hanks no qual ele e Robert Loggia tocaram juntos no piano da loja), localizado no segundo andar e que custa US$ 150.000; um simulador de movimento para criança acima de cinco anos de US$ 300.000, capaz de transportar oito pessoas a aventuras virtuais em três dimensões; Barbie Boutique, uma área especial totalmente voltada para os mais variados produtos da tradicional boneca; e a FAO Schweetz, uma espécie de doceria onde é possível se deliciar com centenas de balas, chocolates e doces. O salão principal da loja é decorado com mais de 20.000 luzes coloridas controladas por computador. Outro destaque da loja é sua tradicional vitrine de natal, decorada com muito capricho e luxo, que se tornou um verdadeiro símbolo da cidade nesta época do ano. Recentemente a loja inaugurou um novo, moderno e aconchegante café.

  Apple

A Apple é para todos. Logo se percebe ao entrar na loja. Crianças, adolescentes, adultos, idosos de todas as etnias estão aqui.

A marcar que traduz criatividade, inovação, design e originalidade aos seus usuários. Ela simplesmente criou um produto que mudou o comportamento das pessoas. Entrar na loja pela primeira vez, causa uma emoção diferente.
A loja é localizada na badalada 5ª Avenida no coração de Nova York.
Como toda criação da empresa, a loja tem um visual inovador e custou aproximadamente US$ 9 milhões. Sua entrada é um cubo de vidro de quase 10 metros de altura, decorado com a imagem prateada da maçã, o que lhe rendeu o apelido de “Cubo de Stebe Jobs”. e o grande objetivo é proporcionar a melhor experiência de compra.
A proposta é: “Como não temos produtos suficientes para encher uma loja desse tamanho, vamos enche-la com a experiência de possuí-los”. A questão não é ter muitas opções, mas ter as opções certas. Por conta disso, os vendedores não recebem comissão. O objetivo é não forçar vendas, que geram resultados no curto prazo. Querem que a venda seja o primeiro passo de uma relação e não o último. Criaram cargos diferenciados, para dar status para os melhores vendedores. O mais top é o Mac Genius. A rotatividade é de 20%, quando o normal é de 50%. O serviço faz toda diferença. Serviços: Mac Specialists, Mac Geniuses e Mac Creatives. Um balcão (Genius Bar) para suporte, usando o conceito de balcão de hotel, onde você chega e resolve seu problema rápido.

A loja não é separada por zonas de produtos, como é comum no setor, mas por zonas de soluções. Ela está aberta 24 horas por dia e 365 dias por ano. Com um mobiliário discreto de madeira clara e piso de pedra que não chamam a atenção, fazendo com que o foco esteja sempre nos produtos. As escadarias: foi um projeto do próprio Steve Jobs que acabou patenteando a ideia. O motivo da escada ser de vidro era para incentivar os clientes a irem para outros andares vendo os produtos expostos através da escada! As Lojas da Apple têm a melhor venda por m2 do varejo americano.

A loja quer ser high touch e não apenas high tech. O foco é o ser humano. Um local onde é possível testar os produtos, explorar o universo Apple e relacionar-se com outras pessoas que gostam da marca criada por Steve Jobs nos anos 80.

Pelo que pudemos perceber na loja, a próxima geração de fãs já está garantida!!!

Best Buy

Suas lojas se parecem com uma gigantesca caixa azul. Dentro é possível encontrar desde produtos de informática, até televisões de alta definição, equipamentos de áudio e vídeo, ou qualquer aparelho eletrônico que facilite a vida do consumidor nesses dias modernos. Assim pode ser descrita a BEST BUY, um dos símbolos de sucesso do varejo americano que literalmente respira tecnologia.
Depois de boatos sobre a quebra da empresa, a Best Buy faturou no último ano U$ 40 bilhões. Com estratégia de ouvir mais as necessidades de seus clientes e criar estratégias para uma melhor experiência na loja. São 140 mil empregados espalhados nas 1.400 lojas nos USA. A empresa trabalha em parceria com grandes marcas, alugando espaços dentro da loja. Antenados em facilitar a vida de seus clientes, agregando serviços aos seus produtos a empresa vem ganhando cada vez mais espaço. 

Terminamos o dia no Consultado do Brasil, discutindo e internalizando as novidades, inovações e aprendizados das visitas dos últimos dias. As palavras que representaram os últimos dias, segundos os empresários foram: “experiência única, motivação, superação, conhecimento, desafio, oportunidades, emoção, desapego e alegria”,

E vamos nos preparando para o último dia de visitas nessa cidade que nunca dorme.

Até amanhã!!!

Receba conteúdos exclusivos do Sebrae direto no seu email.

 

Este conteúdo foi útil para você?
Sim0
Não0

Este conteúdo foi útil para você?
Sim0
Não0

Ei!? O que você achou deste conteúdo?
Compartilhe sua experiência

O seu endereço de e-mail não será publicado.
Todos os campos são obrigatórios.




Privacy Preference Center

Diminuir ou aumentar fonte
Contrast