2.2.5 Encantamento Fígital

Nos últimos anos a Economia da Experiência vinha ganhando cada vez mais força, mas com as restrições físicas da pandemia acabamos precisando transferir estas experiências para o formato digital. Tecnologias como AR, VR, ou mesmo de recursos mais simples, como as operações contactless, foram sem dúvidas grandes aliadas neste momento. A partir daqui, incorporar estas possibilidades de modo integrado (e fluido) às experiências físicas pode ser um recurso decisivo para encantar os clientes. Afinal, o diferencial de um negócio nem sempre está no produto ou serviço, não é mesmo?


Insights

O que você pode fazer:

  • Como você pode incluir experiências híbridas (isto é, integrando recursos físicos e digitais) durante o seu atendimento?
  • É possível tornar essas experiências um “cartão de visitas” para a sua loja? Como?

Vale a pena pesquisar sobre:


Dados

  • Segundo pesquisa “Varejo em transformação”da Deloitte em 2019, em 65% das empresas participantes mais da metade dos clientes apresentam comportamento fígital e tem o costume de consultar preços na internet enquanto estão na loja física. 
    Fonte: Mercado Pago; Fonte mencionada: Deloitte
  • Em 2020, as devoluções de mercadorias nos EUA custaram ao menos US$ 550 bilhões, sendo cerca de 52% de devoluções nas categorias de produtos de moda. Agora os varejistas começaram a adotar a tecnologia de scan corporal em 3D, incrementando o recurso de compras com a Realidade Aumentada.
    Fonte: Dafiti + WGSN