1.4.6 Mente Verde

Na última década vimos a ascensão de movimentos como o veganismo, a economia circular, e ações populares para pressionar instituições com pouca – ou nenhuma – responsabilidade ambiental. Estas preocupações não cessam com a virada da década e, muito pelo contrário, se intensificam, atingindo cada vez mais pessoas. Por isso, nos próximos anos o público estará mais inclinado a se preocupar em consumir de forma consciente, dando prioridade às empresas que realizam ações verdadeiramente relevantes para a causa.


Insights

O que você pode fazer:

  • Pesquise sobre as certificações para negócios (como o ISO) e veja o que a sua empresa pode fazer para se adequar e ficar apto para receber uma certificação. Caso a sua empresa seja focada em socioambiental, pesquise também sobre a certificação de Empresa B.
  • Busque parcerias com empresas que reaproveitam o material que você jogaria fora. Assim o seu “resto” pode se tornar a matéria-prima de alguém. Isso é um passo para o upcycling e fomenta a economia circular.
  • Fique ligado nas novas legislações sobre responsabilidade ambiental para os negócios, como por exemplo a Logística Reversa.

Para refletir:

  • De que forma o seu negócio pode rever seus processos e adaptá-los para formatos mais sustentáveis?
  • Se o seu negócio desenvolve produtos materiais, pense sobre todo o ciclo de vida destes produtos (do início ao fim).

Vale a pena pesquisar sobre:


Dados

  • Em uma pesquisa realizada pela Electrolux, que contou com cerca de 14 mil jovens da Geração Z em todo o mundo, 62% dos participantes afirmaram ter a sustentabilidade como uma das maiores preocupações atualmente. 68% também disse buscar reduzir o desperdício de alimentos, incrementando uma alimentação mais sustentável na rotina.
    Fonte: Carvalhando; Fonte mencionada: Electrolux
  • Segundo um relatório publicado pelo Spotify em 2020, o que mais prejudica a percepção de determinada marca para a Geração Z brasileira é quando a empresa declara compromissos falsos ou enganosos sobre causas sociais e ambientais.
    Fonte: Marcamais; Fonte mencionada: Spotify
  • O estudo Who Cares Who Does da Kantar que contou com a participação de 80 mil consumidores de 19 países, localizados na Europa, América Latina, Estados Unidos e Ásia apontou que o conceito natural é algo a ser considerado. 87% preferem produtos naturais por serem bons para a saúde, 83% por serem melhores para o meio ambiente e 82% mais saborosos ou bons para a pele. Depois, mais exigências:  58% esperam que eles estejam livres de conservantes, 49% de aditivos ou corantes, 45% que tenham apenas ingredientes naturais, 28% que sejam orgânicos e 23% que não estejam geneticamente modificados.
    Fonte: Kantar
  • Uma pesquisa do Mercado Livre revelou aumento de 55% na busca por produtos sustentáveis na América Latina entre junho de 2019 e maio de 2020.
    Fonte: Dafiti + WGSN; Fontes mencionadas: Mercado Livre