Você deve ter acompanhado as notícias sobre a compra do WhatsApp pelo Facebook. O investimento do WhatsApp até aquele momento era de pouco mais de 8 milhões e o valor total da compra realizada pelo Facebook ultrapassou os 16 bilhões, ou seja, 2.000 vezes o valor investido. Mas o que fez com que um negócio valorizasse tanto?

O maior patrimônio adquirido foi a carteira de clientes, quase 500 mil usuários. Mas você pode pensar: o Facebook tem mais de 1 bilhão de usuários e muitos deles são os mesmos do WhatsApp. Concordo com este raciocínio porem muitos destes usuários são jovens que vem constantemente abandonando o Facebook. Com isso o Facebook se protege desta perda de clientes mais jovens. Este foi o mesmo raciocínio quando o Facebook comprou o Instagram.

Um conceito importante é o valor do cliente ao longo do tempo. Hoje estes clientes tem este valor, mas podem migrar para outras redes sociais mais inovadoras que podem surgir a qualquer momento, portanto temos que pensar no cliente ao longo do tempo, quanto maior o tempo que este cliente usa o produto maior será o valor da empresa.

Receba conteúdos exclusivos do Sebrae direto no seu email.

 

Outro motivo desta compra é a liderança tecnológica e o posicionamento da marca WhatsApp na categoria mensagem instantânea. O WhatsApp ocupou o espaço do Messenger e do antigo ICQ na mente dos usuários e conseguiu avançar tecnologicamente inovando.

Neste caso o conceito importante é o do patrimônio da marca que carrega elementos intangíveis e a reputação da empresa em seu mercado. No caso do WhatsApp a inovação tecnológica e a solução criada para o cliente aumentaram o patrimônio da marca e consequentemente o valor da empresa.

Diante disso fica claro que um empresa não vale mais pelos equipamentos e estoques que possui, mas pelos recursos intelectuais que dispõe incluindo os funcionários e empreendedores inovadores, uma boa carteira de clientes e uma marca forte. Estes elementos estão presentes na sua empresa? Quanto vale a sua empresa?

Este conteúdo foi útil para você?
Sim0
Não0

Este conteúdo foi útil para você?
Sim0
Não0

Ei!? O que você achou deste conteúdo?
Compartilhe sua experiência

O seu endereço de e-mail não será publicado.
Todos os campos são obrigatórios.




Privacy Preference Center

Diminuir ou aumentar fonte
Contrast