Nos atendimentos de clientes que querem comprar uma franquia, esta pergunta aparece com frequência:

– Qual a melhor franquia para comprar no momento?

E provavelmente você está lendo este texto por que gostaria de fazer a mesma pergunta, certo?

Sinto informar que não existe uma resposta simples e válida para todo mundo.

Cada caso, é um caso. Uma franquia maravilhosa para uns, pode ser horrível para outros. Isto acontece porque apesar da franquia poder ser vista como um investimento, raríssimos, se é que existe algum, são os casos em que a unidade franqueada possa ser operada apenas como um investimento:

 – Coloco dinheiro, contrato um bom gerente e depois recebo o lucro.

Pelo menos nos anos iniciais de uma nova operação, a coisa não funciona assim. É preciso que o franqueado esteja presente, envolvido com o dia a dia do negócio.

Uma franquia que tenha um excelente suporte, que tenha demonstrado indicadores bastante positivos e que já tenha um bom histórico, tem tudo para ser uma ótima escolha, porém se a atividade não tem nada a ver com os interesses e gostos do franqueado, provavelmente seja uma péssima escolha.

Alguém que não goste muito de cachorro, tornar-se franqueado de um pet-shop, ou alguém que não gosta de acordar cedo comprar uma franquia de padaria são exemplos aparentemente exagerados, porém reais, e obviamente, como você já deve estar pensando, o final destas histórias não foi de sucesso.

Existem outras situações que não são tão gritantes, mas também tem grande impacto para o sucesso de uma franquia.

Tais situações podem envolver:

O valor do investimento necessário: talvez uma franquia que apresente boa perspectiva, e esteja alinhada com seu perfil comportamental pode ter um investimento acima, ou muito próximo da sua disponibilidade de recursos financeiros, e assim desde o início terá uma enorme pressão para que o negócio gere resultado, e qualquer imprevisto poderá acarretar o fracasso do empreendimento. Além do desgaste o risco, nestes casos é muito grande.

O estilo de gestão do franqueador: algumas vezes o estilo de gestão do franqueador pode ser muito diferente do seu estilo. Por exemplo se o franqueador espera muita agressividade comercial e você não se sente confortável com esta postura, investir neste negócio provavelmente não será uma boa opção.

 A expectativa com o tempo de retorno: alguns negócios podem ter excelente retorno no longo prazo, e se sua expectativa é de retorno a curto prazo, a insatisfação com certeza acontecerá, o mesmo acontecendo no caso inverso, alguns modelos de negócios podem ter retorno rápido, porém a sua margem não é tão grande, e se você espera alto retorno mesmo que no longo prazo, mesmo que tudo ocorra bem conforme o modelo do franqueador, você não ficará feliz com os números que irá obter.

Receba conteúdos exclusivos do Sebrae direto no seu email.

 

Além deste, existem diversos outros fatores, diante do que leu acima, você já deve ter compreendido que uma franquia excelente para uma pessoa, pode ser frustrante para outra, certo?

Assim não tem como dar uma resposta pronta para a pergunta título deste post.

Não existe uma franquia que seja a melhor escolha para todo mundo, cada pessoa tem perfil e necessidades específicas.

Este é o recado de hoje, para saber qual a melhor franquia para comprar, primeiro procure saber bem quais suas expectativas, vontades e restrições.

E se mudar um pouco a pergunta e falar para um consultor:

Se fosse para você, qual franquia compraria hoje?

Continua não adiantando nada, porque simplesmente …ele não é você!

Antes de estudar as franquias, pratique o autoconhecimento.

Até a próxima, e bons negócios!

 

Este conteúdo foi útil para você?
Sim0
Não0

Este conteúdo foi útil para você?
Sim0
Não0

Ei!? O que você achou deste conteúdo?
Compartilhe sua experiência

O seu endereço de e-mail não será publicado.
Todos os campos são obrigatórios.




Privacy Preference Center

Diminuir ou aumentar fonte
Contrast