Quando vamos traçar estratégias para nossos negócios temos que analisar alguns aspectos. Michael Porter criou um modelo chamado de 5 forças que ajuda as empresas a analisarem o mercado.

A primeira força é a rivalidade entre os concorrentes. Quanto mais concorrentes maior a competição, se o crescimento do setor é lento a concorrência aumenta, se o produto tem restrição de tempo para a venda (validade curta) a rivalidade cresce. Se o produto não tem diferencial nenhum e a briga fica apenas no preço consequentemente a concorrência aumenta.

Receba conteúdos exclusivos do Sebrae direto no seu email.

 

A segunda força é a possibilidade de novos concorrentes entrarem no mercado. Quando o produto permite diferenciação ou quando o custo de troca do produto pelo cliente é pequeno a possibilidade de entrar um novo concorrente aumenta. A pequena exigência de capital para iniciar o negócio também atrai novos competidores.

A terceira força é a substituição que é a facilidade do comprador substituir um produto ou serviço proporcionando uma melhoria significativa na relação preço/desempenho.

A quarta força é o poder de barganha do cliente. O cliente tem uma força maior na negociação quando compram em grandes volumes ou compram commodities, ou seja, o produto oferecido é idêntico em todos os concorrentes e estes clientes enfrentam o custo da troca de concorrentes.

A quinta força é o poder de barganha dos fornecedores. Neste caso é o fornecedor que tem a maior força na negociação e isto ocorre quando existem poucos fornecedores ou quando o produto é exclusivo de uma empresa.

Quais destas forças afetam seu mercado?

 

Este conteúdo foi útil para você?


Este conteúdo foi útil para você?

Ei!? O que você achou deste conteúdo?
Compartilhe sua experiência

O seu endereço de e-mail não será publicado.
Todos os campos são obrigatórios.




Privacy Preference Center

Diminuir ou aumentar fonte
Contrast