Recebi, nesta semana, a indicação do vídeo abaixo e resolvi compartilhar com vocês.

Para aqueles que já conhecem, é o momento para rever! Para aqueles que assistirem pela primeira vez, é a oportunidade para refletirem e pensarem em como podem contribuir para mudar a realidade do seu entorno.

Antes de você começar a ler este texto, é fundamental que você assista primeiro ao vídeo: A Day Made of Glass… Made possible by Corning

Embora em inglês, é facilmente compreendido.

A internet possui um arquivo enorme de vídeos similares a estes. Vídeos que demonstram a capacidade de criação das empresas de marketing, no que tangem a vender uma vida confortável e socialmente responsável.

Produções que, de alguma forma, junto com o cinema, podem nos dar direções sobre as expectativas das pessoas, em relação à qualidade de vida e à influência da tecnologia em nosso viver.

Parece que as coisas no futuro serão tão fáceis e simples que nos dá vontade de que o futuro chegue o mais breve possível.

Penso no papel das pequenas empresas no futuro e não consigo deixar de pensar que temos muito que evoluir e caminhar para fazermos a inclusão da micro e pequena empresa nessa realidade.

Precisamos, por exemplo, dizer que todas as ciências são importantes, a matemática, a física, a química, a biologia, médica, comportamental, psicológica, política e outras. Se não tivermos pessoas gerando, difundindo e aplicando esses conhecimentos, dificilmente chegaremos ao futuro desejado.

Vocês repararam quantos conceitos têm neste vídeo, sobre eficiência energética, sustentabilidade, transferência de dados, voz e imagem e outros?

Dá até impressão que não teremos mais as minorias sociais. Que todos terão a qualidade de vida tão esperada.

Cada vez mais penso no papel das políticas públicas inclusivas. Como por exemplo, a geração de empregos de valor agregado.

Para podermos ter o futuro desejado, temos que investir fortemente na formação de conhecimento. Precisamos diminuir as resistências da juventude com relação à matemática, física, química, biologia e outras. Precisamos inovar na forma de motivar nossos estudantes na aquisição e aplicação desses conhecimentos.

Temos que ter instrumentos tanto de financiamento como de estruturas físicas que permitam pesquisa e desenvolvimento de tecnologia voltada às ciências da vida.

Parece tão fácil, mas, para chegarmos ao ponto demonstrado no vídeo, muito tem que ser feito. Não basta sonhar, temos que mudar a realidade.

Por Agnaldo Castanharo

Receba conteúdos exclusivos do Sebrae direto no seu email.

 

Este conteúdo foi útil para você?


Este conteúdo foi útil para você?

Ei!? O que você achou deste conteúdo?
Compartilhe sua experiência

O seu endereço de e-mail não será publicado.
Todos os campos são obrigatórios.




Privacy Preference Center

Diminuir ou aumentar fonte
Contrast