A metodologia do Origens Paraná está dividida em níveis de atuação e tratam da análise do potencial, estruturação, mercado diferenciado, visibilidade e união.

Níveis de Atuação da Metodologia do Origens Paraná

Imagem da Metodologia Origens Paraná

1) Avaliação de Potencial  – avaliar se o território/produtos/serviços podem ser IG ou Marca Coletiva. Atua também no Pertencimento: apoiar produtores para compreender e ter orgulho do potencial e de seu território;

2) Estruturação –  para busca de registro conforme o INPI para IG ou Marca Coletiva;

3) Mercado Diferenciado – estruturar planejamento para mercado diferenciado para grupos de produtores com registro ou prestes a obtê-lo;

4) Visibilidade – disseminar os conceitos de IG e Marcas Coletivas em nível local, nacional e internacional; e

5) União – fortalecer a integração entre produtores, entidades, mercado e governo por meio do Fórum e suas ações.

Primordialmente, os eixos 1), 2) e 3) foram relacionados com o nível de maturidade dos grupos, sendo:

  • Grupo 1/Nível 1 – quando o grupo de produtores ainda não iniciou o processo e precisa validar se tem potencial; bem como se os produtores estão engajados com a causa;
  • Grupo 2/Nível 2 – quando o grupo de produtores já conhece seu potencial e já tem uma governança fortalecida e
  • Grupo 3/Nível 3 – quando o grupo de produtores já possui o registro ou está prestes a obtê-lo e precisa estruturar estrategicamente o mercado diferenciado para o produto de IG ou Marca Coletiva.

Os eixos 4) e 5) são transversais e as ações a serem planejadas irão impactar diretamente os 3 grupos

Necessidades e ferramentas para os Níveis 1, 2 e 3

Nível I – Análise de Potencial

Necessidades:

  • Tornar mais disponível os conhecimentos existente
  • Aproximar a universidade da sociedade e dos produtores/organizações (teoria e prática)
  • Tornar a pesquisa universitária mais próxima e aderente às demandas do mercado
  • Organizar o desenvolvimento territorial

Ferramentas:

  • Capacitar “online” (material digital -portal)
  • Produção de vídeos
  • Realizar pesquisas (levantar as demandas de pesquisas)
  • Disponibilizar diagnóstico de potencialidades (autoavaliação e com apoio Sebrae para consultoria),
  • Rodada de mentorias (trimestral quando houver diagnósticos para avaliação)
  • Detalhar a metodologia adotada pelo Origens Paraná para ambientação para todos os níveis

Nível II – Estruturação

Necessidades:

  • Fortalecer a governança de produtores e as lideranças locais (vale salientar que pela metodologia do Origens Paraná a governança  é conhecida/instituída no grupo 1/eixo 1)
  • Estruturar os itens apontados pela Instrução Normativa PR nº 095/2018, de 28/12/2018, que estabelece as condições para o registro das Indicações Geográficas

Ferramentas:

  • Capacitação de líderes
  • Rodada de mentorias (quando houver documentação estruturada para protocolar o pedido de registro junto ao INPI)
  • Disponibilização do toolkit via portal com informações relacionadas a conceitos, registro e alterações, controle e caderno de especificações e tendências
  • Capacitação/consultoria para estruturação considerando a IN 95/2018

Nível III – Mercado Diferenciado

Necessidades:

  • Aproximar o produtor do consumidor final
  • Criar experiências
  • Evidenciar as diferenças que os produtos com IG ou Marcas Coletivas apresentam e promover vendas conjuntas e pontos de vendas estratégicos para mercado diferenciado – Origens Paraná.

Ferramentas:

  • Criar ferramenta específica para mercado diferenciado com IGs e ou Marcas Coletivas
  • Atualizar o portal Origens Paraná vinculado a QRCode em rótulos, banners e afins
  • Participação estratégica em feiras, eventos, mídia e rodadas de negócios
  • Aprimorar e utilizar ferramentas para rastreabilidade
  • Ter um selo único para IGs Nacionais
Sebrae/PR - Todos os direitos reservados