Falar de finanças para pessoas que não sejam técnicos no assunto é… no mínimo… um grande desafio!

Eu, como técnico e grande entusiasta, por incontáveis vezes tive como resposta: “finanças é um tema chato “!

Até posso concordar com isso, porém, não obstante seja chato para a maioria das pessoas, na verdade, para a totalidade das pessoas, finanças deve fazer parte do seu cotidiano… deve ser o grande fator de análise, planejamento e satisfação!

Afinal de contas, à exceção dos eremitas que vivem embrenhados em locais absolutamente isolados no “fim-do-mundo”, finanças faz parte da vida das pessoas.

Para todas estas demais pessoas, e, especialmente aos empresários e profissionais liberais destino a proposta de transformar as suas finanças na tentação por aprender a gostar e aplicar técnicas para a gestão do seu dinheiro!

Termos como:

  • faturamento
  • fluxo de caixa
  • curva ABC de vendas
  • margem de contribuição
  • margens de lucratividade
  • metodologia para formar o preço de venda
  • rentabilidade sobre o capital investido
  • indicadores econômicos: endividamento, liquidez, evolução patrimonial…
  • análise de viabilidade
  • ponto de equilíbrio
  • índices de atividades

Já fazem parte do seu vocabulário?
Não?

Para você que é empresário ou profissional liberal, esses termos DEVEM OBRIGATORIAMENTE fazer parte do seu vocabulário!

Do contrário, nem o antônimo pode ser aplicado, afinal, o termo que designa o inverso a neofilia é a NEOFOBIA, que se traduz como o comportamento da segurança e do conservadorismo.

NEOFILIA  =  Fascínio pela novidade (tentações)

NEOFOBIA  =  Repulsa pela novidade (segurança, conservadorismo)

Porém, nas finanças pessoais e empresariais, não ter fascínio por novidades, não buscar conhecer e entender alguns dos termos exemplificados não traduz em segurança e conservadorismo…

Então que tal você estimular a sua NEOFILIA FINANCEIRA?

Você pode iniciar estimulando a sua tentação, afinal de contas, num mercado tão competitivo quanto o atual, já não basta tão somente o esforço físico ou a sorte para continuar tendo sucesso financeiro… para isso, começar por desmistificar e entender a lógica e a importância dos temas sugeridos já é um grande passo…

Pense nisso, e, que tal “inventarmos’ esse modismo?

 

Receba conteúdos exclusivos do Sebrae direto no seu email.

 

Este conteúdo foi útil para você?


Este conteúdo foi útil para você?

Ei!? O que você achou deste conteúdo?
Compartilhe sua experiência

O seu endereço de e-mail não será publicado.
Todos os campos são obrigatórios.




Privacy Preference Center

Diminuir ou aumentar fonte
Contrast