ATENÇÃO! ISTO NÃO É UM TEXTO DE AUTO-AJUDA.
É UMA REFLEXÃO PARA VOCÊ, EMPRESÁRIO, TER UM MELHOR RENDIMENTO PROFISSIONAL E APERFEIÇOAR A SUA PRODUTIVIDADE E CRIATIVIDADE.

Dúvida? Bem, vamos lá:

Há alguns meses, eu estava conversando com um dos meus melhores amigos, termo que sinto muito orgulho em dizer por termos um perfil profissional e pessoal muito semelhante.

Sempre conversamos sobre o mercado e tendências, mas desta vez, um ponto da conversa me chamou a atenção. Ele, um workaholic que trabalhava 16 horas por dia, 7 dias por semana, MUDOU COMPLETAMENTE. Hoje, ele trabalha em casa de bermuda e chinelo, assistindo programas de TV inúteis e a sua mesa de trabalho é o sofá da sala.

Aquilo me chocou. Durante horas eu argumentei sobre a sua caduquice, mas ele sempre respondia: “Hoje, eu sou um homem feliz e levo uma vida melhor”. Era visível tal mudança porque ele havia diminuído o seu toque de passar a mão na cabeça toda vez que falava dos seus problemas.

Depois de ouvi-lo, procurei refletir sobre a minha vida. Diariamente bebendo cafeína para me manter focado, madrugadas trabalhando, dores nas costas insuportáveis, sem tempo de fazer as minhas capas do Facebook e com lembretes no celular para não esquecer de ligar para os pais.

Eu pensava que estes eram os preços a serem pagos por ser um bom profissional, me sentia orgulhoso. Pura balela.

Hoje eu vejo que trabalhar demais é ser ineficiente.

Se você trabalha 8 horas por dia e ainda precisa de hora extra para cumprir seus prazos, sinto-lhe informar que você está pecando em algo.

Agora você me pergunta: o que esse texto tem a ver comigo, empresário?

Sabemos que ter uma empresa não é fácil e é preciso dedicação. Mas não confunda dedicação com excesso. Tudo na vida que há excesso, é ruim. E como prometido, segue algumas dicas:

  • Pare de perder tempo tentando ser produtivo (confira o post do Seiiti Arata);
  • Priorize suas tarefas. Não faça primeiro somente as que gosta;
  • Ajudar é uma coisa, intervir é outra;
  • Não seja o único centralizador da informação. Aprenda a dividir e confiar;
  • Nunca somos criativos sobre pressão e stress. A oportunidade simplesmente acontece.

E você, se considera um Workaholic? Enxerga vantagens em ser um? Acha bonito colocar no seu currículo esta palavra? Deixe a sua opinião nos comentários.

Até logo!

Receba conteúdos exclusivos do Sebrae direto no seu email.

 

Este conteúdo foi útil para você?
Sim0
Não0

Este conteúdo foi útil para você?
Sim0
Não0

Ei!? O que você achou deste conteúdo?
Compartilhe sua experiência

O seu endereço de e-mail não será publicado.
Todos os campos são obrigatórios.




Privacy Preference Center

Diminuir ou aumentar fonte
Contrast