Este texto é para você que tem um negócio, trabalha muito, e já não aguenta mais o dia a dia da empresa. São muitos problemas, muita dedicação, muito esforço…e no final pouco resultado, pouco crescimento, pouco lucro, pouco dinheiro!

Primeira coisa: não desanime. Esta é a realidade da grande maioria dos empresários de micro e pequenas empresas do Brasil. Isto não acontece só com você.

Ter um negócio próprio é um grande desafio, ainda mais um negócio de micro e pequeno porte. Muitas vezes o que era para ser um sonho com toda a animação da reforma do ponto, definição do nome e criação da logomarca, acaba virando senão um pesadelo, uma realidade dura e cansativa.

Isto acontece por diversos fatores, mas na minha opinião (com base na minha experiência no atendimento de muitos e muitos empresários) e também no estudo de Michael Gerber apresentado no livro Mito do Empreendedor, a primeira análise que deve ser feita é sobre o perfil do dono do negócio, ou seja: você!

Receba conteúdos exclusivos do Sebrae direto no seu email.

Para que um negócio tenha sucesso são necessários 3 pilares:

O Empreendedor;
O Técnico;
O Administrador.

A maioria dos empresários de MPEs (micro e pequenas empresas) tem o perfil TÉCNICO, que nesta nossa abordagem significa o seguinte: é a pessoa que conhece do que é vendido (produto ou serviço). Por exemplo é o corretor de imóveis que abre uma imobiliária, ou o professor de inglês que abre uma escola de idiomas e um excelente vendedor de roupas que abre a sua própria loja.

Este perfil é muito importante para o sucesso do negócio, assim como o ADMINISTRADOR, que para nós é aquela pessoa sistemática, que planeja, monitora as ações e os resultados. Tem tudo organizado e controlado.

Apesar destes dois perfis serem fundamentais, se faltar o terceiro: EMPREENDEDOR o negócio terá poucas chances de crescer. Negócio que não cresce vai viver para empatar. A esmagadora maioria das MPEs se colocadas na ponta do lápis, se for pago um pró-labore justo para os sócios são deficitárias, ou no máximo “se pagam”.

Não é para “se pagar” que alguém abre uma empresa.

O EMPREENDEDOR é a personalidade que enxerga oportunidades. É o sonhador, é o que tem disposição para assumir maiores riscos em troca de grandes ganhos.

Na direção de uma empresa deve sempre se ter estes 3 perfis. Todos nós temos os três, porém com intensidades diferentes. E a grande questão é a seguinte: o TÉCNICO é o ADMINISTRADOR podem ser contratados, o EMPREENDEDOR não!

Se o seu lado EMPREENDEDOR (na essência da palavra) não for realmente preponderante na sua personalidade, talvez você não seja o dono certo para o seu negócio.

Este conteúdo foi útil para você?
Sim0
Não0

Este conteúdo foi útil para você?
Sim0
Não0

Ei!? O que você achou deste conteúdo?
Compartilhe sua experiência

O seu endereço de e-mail não será publicado.
Todos os campos são obrigatórios.




Privacy Preference Center

Diminuir ou aumentar fonte
Contrast