Em 1500 Pedro Alvares Cabral ancorou na Bahia, marcando o descobrimento do Brasil e no dia 16 de novembro de 2010 Trinta líderes empresariais desembarcam no aeroporto Jorge Amado de Ilhéus, para conhecerem as experiências dos shopping a céu aberto na “terra da felicidade” como é conhecido esse estado.
Vieram representantes dos cinco municípios do Paraná integrantes do Projeto dos Espaços Comerciais: Maringá, Francisco Beltrão, Marechal Cândido Rondon, Londrina, e Castro.
O Objetivo da missão é conhecer experiências e trocar informações sobre ações desenvolvidas dentro do conceito de trabalhar espaços urbanos tornando-os mais competitivos e atrativos.
Os municípios visitados foram Ilhéus, Jequié e Itabuna.
O grupo pode visitar os espaços escolhidos que sofrerem a intervenção e conversar com líderes que foram os impulsionadores das ideias e dos projetos.
Nas visitas, o grupo conheceu a história dessas localidades, percebeu suas conquistas, entrou em contato com os desafios que cercam essas atividades que pertencem ao mundo do varejo. Sendo que a partir da interferência dos atores locais o espaço ganha vida, o varejo torna-se vivo, como é conhecido os programas desenvolvidos para este setor no estado da Bahia.

 

 

Ilhéus, a primeira experiência

 

Com uma experiência desde 2004 em “shopping a céu aberto”, Ilhéus que figura entre as seis principais cidades da Bahia, famosa pelas citações de Jorge Amado em seus romances, é a primeira parada do grupo.
As ruas Jorge Amado, Dom Pedro II, Marquês de Paranaguá, Cel. Ernesto Sá, Araújo Pinho, Alm. Barroso e Paladares. foram visitadas pelo grupo, na companhia de empresários e líderes representantes do projeto.
Nessa caminhada o grupo pode perceber as mudanças provocadas no Quarteirão Jorge Amado, como é conhecido o espaço e na reunião ouvir o relato por parte das lideranças responsáveis pelo condomínio, a partir do nascimento do projeto, o envolvimento dos empresários e parceiros, as ações realizadas como o investimento em segurança para as ruas alvo do projeto, feito pelos empresários, as promoções executadas em conjunto compor exemplo deixar todas as lojas do espaço abertas por 24 horas e o grande desafio de trazer os turistas que desembarcam em Ilhéus para conhecer e comprar no Centro.
O grupo anotou suas percepções e avaliou a importância da preservação da história, inclusive com uma ação que faz parte do projeto conceitual que foi colocar placas homenageando os empresários pioneiros das ruas.

 

Jequié, a segunda experiência

O dia 17 de novembro iniciou com uma viagem de ônibus para a cidade de Jequié, cerca de 3 horas de deslocamento.

Jequié conta com uma população de 150 mil habitantes e é conhecida como a Cidade Sol, emancipada em 1897 e uma Associação empresarial com 70 anos de vida.

Nessa localidade fomos recebidos pelo S.r. Evandro Lopes, assessor da Prefeitura Municipal e pelo Analista do Sebrae Bruno, além da companhia da Analista do Sebrae de Salvador Pâmela, que esteve com o grupo durante os três dias da missão.

O projeto em Jequié nasceu em 2005 com apoio do SEBRAE que junto com a CDL, Associação Empresarial e Prefeitura local iniciaram o desenvolvimento do Projeto Conceitual com vistas a trabalhar na Avenida Alves Pereira, nos calçadões 7 de setembro e Riachuelo, envolvendo um total de 120 empresas.

O projeto contribuiu e valorizou as empresas situadas nesses locais urbanos, ele ainda não foi concluído depende ainda de investimentos nas vias públicas e da renovação contínua do desejo de fortalecer as ações pelos empresários e parceiros.

 

Receba conteúdos exclusivos do Sebrae direto no seu email.

 

Este conteúdo foi útil para você?
Sim0
Não0

Este conteúdo foi útil para você?
Sim0
Não0

Ei!? O que você achou deste conteúdo?
Compartilhe sua experiência

O seu endereço de e-mail não será publicado.
Todos os campos são obrigatórios.




Privacy Preference Center

Diminuir ou aumentar fonte
Contrast