Primeiro alguns indicadores:

Pesquisa realizada com 662 consumidores de todas as classes sociais e nas 27 capitais brasileiras:

  • 37% não se consideram organizadas financeiramente;
  • 69% admitiram sentir algum tipo de dificuldade para controlar suas finanças;
  • 59% admitiram realizar algum tipo de controle, mas, a minoria registra e controla diariamente;
  • 4% utilizam algum tipo de aplicativo para seus controles;
  • 32% utilizam planilhas;
  • 23% utilizam a caderneta de anotações;
  • 64% acham que o controle orçamentário não é uma prioridade.

Com relação a disciplina para o controle, eis as principais alegações:

  • 25% controla apenas de cabeça;
  • 8% alegam falta de tempo;
  • 4% alegam preguiça;
  • 4% não sabem como fazer;
  • 4% consideram a tarefa chata.

Agora as considerações:

Meu ponto de vista:
É notório que, realmente, muita gente alega uma grande aversão às suas próprias finanças… minha pergunta é: como ter aversão a sua própria riqueza? Afinal de contas, todos, de alguma maneira, dedicaram inúmeros anos de seu início de carreira (estudantil + profissional) para aprender a fazer algo que lhe garanta um bom rendimento.
Certamente, todos tem seus próprios sonhos e desejos: comprar algo ou fazer algo… isso, via de regra, se faz com recursos financeiros…
Então, fico indignado quando alguém diz que cuidar das finanças é algo chato… como assim se finanças é o resultado de tanta dedicação?

Um outro aspecto muito importante, para você que é empresário… perceba que os menos criteriosos são os principais candidatos a atrasos e não pagamento de suas contas… problema comum vivido pelas empresas que vendem a prazo – a inadimplência!

Receba conteúdos exclusivos do Sebrae direto no seu email.

 

Dicas para simplificar a sua vida:

  1. ESTAS VOCÊ PRECISA FAZER UMA ÚNICA VEZ NO ANO
    Para aqueles que acham é chato, que é difícil, que não sabe como fazer, que falta tempo, ou… a dica é:
  • Faça um esforço concentrado e anote todos os seus gastos mensais;
  • Some estes gastos e verifique se seus rendimentos são suficientes para todos eles;
  • Verificou que sobra conta e falta rendimento… é hora de avaliar cada uma das contas e separar aqueles que são imprescindíveis daqueles que são dispensáveis;
  • Some novamente, agora, tão somente os imprescindíveis e verifique novamente se seus rendimentos são suficientes;
  • Separe os gastos que acontecem com regularidade, aquele que acontece toda semana (dinheiro para o vale-transporte, combustível, o supermercado, …) e estabeleça um padrão de gastos semanais.

 

  1. ESTAS SÃO PARA O SEU DIA-A-DIA
  • Ao receber seu pagamento, quite todas as contas imprescindíveis (energia, aluguel, prestações, …)
  • Nas segundas-feiras retire tão somente o montante dos gastos da semana e só volte a retirar mais dinheiro na semana seguinte.
  • Repita o procedimento todas as segundas-feiras, e, fora deste padrão não retire um só centavo e tampouco faça uso dos cartões.

PRONTO, este é o procedimento ideal para quem busca simplicidade na sua gestão financeira… abandone aplicativos, planilhas, cadernetas… saque o suficiente para a semana e utilize tão somente esse dinheiro… é simples assim!

Ah sim… e não se esqueça das suas economias… inclua nos compromissos imprescindíveis o valor mensal para a poupança e também o que sobrar da semana…

Este conteúdo foi útil para você?
Sim0
Não0

Este conteúdo foi útil para você?
Sim0
Não0

Ei!? O que você achou deste conteúdo?
Compartilhe sua experiência

O seu endereço de e-mail não será publicado.
Todos os campos são obrigatórios.




Privacy Preference Center

Diminuir ou aumentar fonte
Contrast