Alguns provavelmente completarão a frase acima com diversos complementos, como por exemplo, teimosia, burrice, desperdício, prejuízo e assim por diante. O fato concreto é que nenhum desses termos traz o lado positivo da ação.

Num mundo de alta competição empresarial e até mesmo pessoal, repetir o mesmo erro é sinal de “jogar dinheiro fora”.

Vejo vários empresários repetindo os mesmos erros praticamente todos os anos. Isto se apresenta no controle financeiro, na falta de planejamento, nos investimentos realizados, nos furos do processo decisório, na tratativa com clientes.

Alguns destes erros, acontecem por total desconhecimento dos empresários sobre a atividade. Outros por negligência nos processos, e outros porque as coisas mudaram e os empresários não perceberam que não dá para gerir os negócios como se estivéssemos nas décadas de 80 ou 90.

As empresas que buscam a excelência em gestão já descobriram as vantagens em sistematizar as lições aprendidas com seus projetos e atividades.  Elas sabem que não podem cometer os mesmos erros. Admitem sim novos erros, mas não os mesmos. Isto faz parte do processo de inovação da empresa.

Receba conteúdos exclusivos do Sebrae direto no seu email.

 

Muitas empresas cometem os mesmos erros porque acreditam que registrar informações é burocracia, é perda de tempo e continuam perdendo a oportunidade de conhecer mais sobre os seus processos, seus clientes, e com isto perdem a chance de inovar.

No Modelo de Excelência de Gestão a empresa usa ferramentas que ajudam a identificar mais especificamente as causas dos erros cometidos.

Todo ano percebo empresas que enfrentam problemas de fluxo de caixa e acreditam que isto é um problema de mercado. Na verdade, o problema de fluxo de caixa pode ter várias causas, como a política de compras e estoque, a política de preços e recebimentos, pode ao extremo chegar à qualidade dos produtos vendidos e assim por diante.

Da mesma forma é sabido que nem todo planejamento acontece como o previsto e não há registros dos desvios e, portanto, não se estabelece claramente os cuidados que devem ser tomados para que os desvios não aconteçam mais.

Um entendimento equivocado da pequena empresa é confundir a gestão do conhecimento com registro de informações.  Quando se fala em registros das informações, não há necessidade de se ter grandes programas automatizados, com busca de palavras chaves, mas um sistema simples de arquivamento de informações em planilhas ou textos. Por exemplo, uma planilha contendo dados previstos e realizados podem ajudar a tomada de decisão futura.

Errar é humano, buscar o zero desperdício é qualidade.

 

Este conteúdo foi útil para você?
Sim0
Não0

Este conteúdo foi útil para você?
Sim0
Não0

Ei!? O que você achou deste conteúdo?
Compartilhe sua experiência

Deixe uma resposta para Aplicativo Espião Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.
Todos os campos são obrigatórios.

1 Comentário




Privacy Preference Center

Diminuir ou aumentar fonte
Contrast