As informações estão espalhadas por aí! São milhares e milhares de sites, blogs, e perfis em mídias sociais que propagam todo o tipo de conteúdo. E na internet, território livre como é, nada se filtra ou se descarta. Tudo é exibido abertamente em sites de busca para todos que quiserem ver.

Se por um lado, é fantástico termos acesso a tantos conteúdos em apenas um clique, por outro, estamos sendo bombardeados por uma quantidade excessiva de informações e que, no meio disso, há uma quantidade incontável de lixo digital e dados falsos sendo exibidos.

No Blog na Real, o colunista José Márcio Mendonça, menciona que o físico espanhol Alfons Cornella em 1996, já havia definido o termo infoxicação como “o nome da epidemia transmitida por vírus de computador, presente em sites, blogs, e-mails, Twitter, YouTube e outras redes sociais — como Facebook e Linkedin.”

Receba conteúdos exclusivos do Sebrae direto no seu email.

 

No mês anterior, aqui no Sebrae, pudemos vivenciar de perto um caso deinfoxicação. Circulou uma mensagem nas mídias sociais dizendo que o carnê da cidadania MEI era falso. E a mensagem se propagou para milhares de pessoas em todas as regiões do Brasil. No entanto, o carnê era verdadeiro, e inclusive, fizemos o artigo Carnê da cidadania do MEI 2015 – tire suas dúvidas neste blog para tratarmos deste assunto.

Há de se ter muito cuidado com as informações que encontramos na internet. E isso não inclui apenas você, mas a sua empresa também. Cuidado para cair em golpes, ter orientações erradas ou divulgar informações errôneas para seus clientes e para sua rede de contatos. Fique atento às dicas:

#Dica 1 – verifique a autenticidade da informação
A informação em questão é verdadeira? Busque em outros sites relacionados ou com o mesmo tema para checar.

#Dica 2 – eleja uma fonte confiável
Procure a informações em sites, blogs e perfis confiáveis e especializados.

#Dica 3 – veja se o conteúdo está atualizado
A falta de atualização de uma informação, pode torna-la inválida. Verifique sempre a data em que foi inserida na internet.

#Dica 4 – se não tem certeza, não divulgue
Na dúvida, é melhor não divulgar uma informação da qual não se tem certeza.

Sucesso e até a próxima!

Este conteúdo foi útil para você?


Este conteúdo foi útil para você?

Ei!? O que você achou deste conteúdo?
Compartilhe sua experiência

O seu endereço de e-mail não será publicado.
Todos os campos são obrigatórios.




Privacy Preference Center

Diminuir ou aumentar fonte
Contrast