Você sabia que o Brasil é o terceiro maior mercado consumidor de produtos de beleza? O setor teve um aumento de 7,5% no faturamento em 2015. Se você está interessado em montar um salão de beleza saiba que seu negócio tem grandes perspectivas.

Um salão de beleza bem localizado e com serviços certos é sucesso por se tratar de um serviço que os brasileiros utilizam com frequência, é menos vulnerável a crises e mudanças do mercado.

O seu salão pode oferecer diversos serviços como: corte de cabelo, lavagem, tintura de cabelo, secagem, pintura de unhas, tratamentos químicos, alisamento, manicure, maquiagem, depilação, dia da noiva, design de sobrancelhas, massagem, serviços estéticos, etc. Esses serviços podem ser oferecidos para públicos diferentes como unissex, feminino, masculino, infantil.

Receba conteúdos exclusivos do Sebrae direto no seu email.

 

Você pode montar seu salão de beleza de três maneiras diferentes:

  • Comprar um salão de beleza estabelecido de alguém que está se aposentando, cansou-se do negócio, ou não administrou corretamente e forçou-o à falência.
  • Abrindo uma franquia: o franqueado investe algum dinheiro para ter o direito de usar o nome e os métodos do franqueador, aprendendo também com a sua experiência, ou seja, um ramo do negócio em outro local.  Com um nome no mercado estabelecido e que já está funcionando (gestão, fornecedores, campanhas publicitárias).
  • Criar o seu próprio salão de beleza usando seu próprio dinheiro, seu próprio otimismo, trabalho duro e talento.

Você conhece este mercado? Então chegou a hora de pesquisar, conversar com que já tem um salão, visitar vários salões e conhecer o serviço. Vamos dar abaixo algumas dicas básicas que você precisa saber para começar a montar seu salão de beleza.

Planeje muito bem a localização de seu salão:

Verifique se o local que pretende montar seu salão e de fácil acesso, se tem local para estacionar, bom fluxo de pedestres.

O local e bem arejado e fácil de limpar? Tem boa iluminação? Decoração? Acústica? Moveis?

Lembre-se que as pessoas vão ficar muito tempo dentro de seu salão, tem que ser um local agradável.

Salões geralmente variam entre. 120 a 180 metros quadrados, alguns funcionam em espaços de 90 metros quadrados.

Você precisa de quatro áreas distintas em seu salão de cabeleireiro: Recepção e vendas de produto, lavagem, corte / serviço e armazenamento.

Equipamentos do salão de beleza:

Equipamentos vão depender que serviços você vai oferecer no salão. Existem alguns equipamentos são essenciais como cadeiras de cabeleireiro, lavatórios, móveis da sala de espera, balcão da recepção, armários para colocar os produtos, carrinhos de transporte de produtos, secadores de cabelo, estações de unha, revisteiro, televisão.

A equipe:

O profissional do salão de beleza deve ser bem treinado tecnicamente, estar sempre atualizado e ser muito sociável, educado, agradável com aparência impecável. Estar sempre uniformizados com a identidade visual do salão. Os horários devem ser sempre cumpridos dos clientes do salão de beleza que foram agendados.

Fique atento ao tipo de remuneração de sua equipe que vai trabalhar. Você pode contratar os funcionários da maneira tradicional, com salário fixo, mas também pode trabalhar com prestadores de serviço que ganham por comissão ou com associados, que são remunerados com participação nos lucros do salão de beleza. Este tipo de parceria funciona muito bem.

Publicidade e propaganda:

Seu salão vai precisar de uma presença forte na internet, invista em redes sociais. Trabalhe também com panfletos e cartões de visita. Oferecer uma promoção pode atrair clientes para seu salão.

Um site para o seu salão de beleza também é importante. Crie um site de seu salão de beleza com boas imagens e descrição detalhada dos seus serviços e preços. Use links patrocinados como, por exemplo, o Google AdWords e trabalhe com a otimização para ferramentas de busca – SEO.

Mais informações sobre como montar um salão de beleza:

Essas foram algumas dicas muito básicas e superficiais. Se você tem uma ideia de negócio para montar um salão de beleza e deseja receber orientações para viabilizá-la ou se você tem experiência em trabalhar por conta própria e gostaria de transformar o seu negócio em um empreendimento lucrativo, competitivo e sustentável, o Sebrae pode te ajudar!

Você vai precisar saber mais sobre controle financeiro, cálculo de hora de trabalho, custo fixo, estoque, simples nacional, MEI, etc.

O Sebrae tem um programa chamado “ Começar Bem” que oferece um conjunto de soluções para concretizar o seu sonho de montar um salão de beleza e transformá-lo em um empresário de sucesso!

Clique abaixo e conheça o Programa Começar Bem do Sebrae.

 

Seguindo a tendência da economia colaborativa

Pense nas inovações que tem surgido nos últimos anos: compartilhamento de táxi, compartilhamento de caro, compartilhamento de utensílios domésticos. Esse é o movimento global que as tendências de consumo mais conscientes juntamente com a expansão das redes sociais geram: a chamada economia colaborativa. Esse fenômeno gradualmente tem ganhado força e está quebrando paradigmas de consumo. Um novo sistema surge, onde se compartilha e troca produtos, serviços e conhecimento através de plataformas digitais.

Nesse cenário, surgiram plataformas de crowdsourcing, que organizam e chamam pessoas para resolver um problema em conjunto. Esse é um termo amplo, mas dentro dele estão as plataformas UGC (User Generated Content, em português, Conteúdo gerado pelos usuários). Hoje os sites que mais geram conteúdo no mundo utilizam esse modelo. Wikipedia, Medium, Quora e agora, o Comunidade Sebrae.

O Sebrae/PR lançou recentemente um ambiente para que os empreendedores sejam os grandes produtores de conhecimento sobre gestão e empreendedorismo e tantas outras situações do dia-a-dia de um empreendedor.

Toda empresa, com o passar do tempo, acaba gerando uma série de lições aprendidas que passam a ser incorporadas como práticas. Porém, o conhecimento não precisa necessariamente vir dos próprios “erros”. Muitas empresas estão constantemente na busca de formas de melhorar a estratégia e a operação com o objetivo de obter vantagens competitivas e eficiência. Para isso, empresários buscam as “melhores práticas”. Nada mais é do que inserir na empresa o aprendizado de outros players do mercado. Parece uma boa ideia!

Você já imaginou o impacto que você pode gerar no seu segmento? Compartilhando suas experiências e práticas, você passa a ser visto como uma autoridade no assunto. Seu nome e sua marca ficam atrelados àquele conhecimento. Compartilhar conhecimento te ajuda a se posicionar como um expert no seu segmento e consequentemente colocá-lo em uma posição de liderança.

CLIQUE AQUI E CONFIRA AS SOLUÇÕES QUE O SEBRAE TEM PARA VOCÊ E PARA A SUA EMPRESA 

Este conteúdo foi útil para você?
Sim0
Não0

Este conteúdo foi útil para você?
Sim0
Não0

Ei!? O que você achou deste conteúdo?
Compartilhe sua experiência

O seu endereço de e-mail não será publicado.
Todos os campos são obrigatórios.




Privacy Preference Center

Diminuir ou aumentar fonte
Contrast