Uma pergunta frequente de quem já decidiu que quer comprar uma franquia é definir qual?

Existem inúmeros fatores que influenciam na escolha da melhor franquia para cada pessoa. Neste post vou tentar listar alguns dos principais pontos que devem ser observados na hora de escolher uma franquia.

  1. Afinidade com o ramo e as atividades.

É importantíssimo escolher uma franquia de um ramo que você tenha alguma afinidade e que as atividades que serão necessárias para o negócio são adequadas para você.

Existe uma tentação grande de querer escolher um negócio pela perspectiva de retorno financeiro prometido, mas se não existir uma motivação além do dinheiro, possivelmente será difícil de alcançar os números idealizados.

  1. Capacidade de investimento e capital de reserva.

Por mais que os riscos de uma franquia sejam menores do que um negócio independente, eles ainda existem. Assim na hora de escolher evite uma franquia que exija o comprometimento de seu capital de forma que fique desconfortável. É preferível optar por um negócio que ofereça um retorno menor, mas que permita uma tranquilidade financeira.

  1. Oportunidades de negócio na região.

 

É interessante também observar tipos de negócio que são considerados oportunidades de negócios na cidade em que pretende instalar a unidade franqueada. Por mais que você goste de determinado tipo de atividade, se a cidade já estiver com o mercado saturado na região, o sucesso da franquia será muito mais difícil.

Para quem está com planos de investir no Paraná, pode dar uma olhada neste infográfico publicado na Gazeta do Povo, resultante de uma pesquisa da consultoria Rizzo que apresenta as 14 melhores cidades para investir em franquias no Estado e ainda que tipo de negócio é o mais indicado, no momento, para cada uma destas cidades.

http://www.gazetadopovo.com.br/economia/empreender-pme/conteudo.phtml?id=1468873#ancora

 

  1. Analise da franqueadora

Com as análises acima já podemos começar a direcionar as franquias para serem estudadas. Dentre estas comece por conhecer um pouco mais dos franqueadores, observando a sua história e identificando os valores e princípios nos quais acreditam.

  1. Comparativo técnico entre as opções resultantes.

Após todas as análises anteriores você já deve ter separado algumas franquias para estudar de maneira mais detalhada. Para auxiliar nesta etapa uma boa ferramenta pode ser o comparativo da Revista PEGN que permite a pesquisa de até três empresas simultaneamente mostrando as principais informações de cada uma delas em uma única tela.

http://revistapegn.globo.com/Franquias/compare/

 

  1. Análise das informações da franquia escolhida.

 

Procure simular um plano de negócios com as informações fornecidas pelo franqueador para verificar se a conta “fecha”. Converse com franqueados para conhecer a percepção que eles têm do negócio.

  1. Análise da COF

Por fim análise a Circular de Oferta de Franquia, prestando atenção em todos os detalhes e consultando alguém com experiência na área para verificar se a franquia pode ser mesmo uma boa oportunidade de negócio.

 

Com estas dicas não pretendo esgotar o tema, mas já é um bom começo para a escolha de sua franquia.

Receba conteúdos exclusivos do Sebrae direto no seu email.

 

Bons negócios!

Este conteúdo foi útil para você?
Sim0
Não0

Este conteúdo foi útil para você?
Sim0
Não0

Ei!? O que você achou deste conteúdo?
Compartilhe sua experiência

O seu endereço de e-mail não será publicado.
Todos os campos são obrigatórios.




Privacy Preference Center

Diminuir ou aumentar fonte
Contrast