A proposta é reduzir os gastos do governo!

O governo federal trabalha para economizar com o pagamento de benefícios trabalhistas… o caminho para isso é tornar as regras mais rígidas para acesso aos benefícios trabalhistas. São mudanças que alteram regras para a concessão de:

  1. Abono salarial
  2. Seguro-desemprego
  3. Pensão por morte
  4. Auxílio-doença
  5. Seguro defeso

Receba conteúdos exclusivos do Sebrae direto no seu email.

 

Dentre estes benefícios, 2 deles tem, digamos, um impacto direto para o empregador:

Seguro-desemprego – Neste caso, temos um impacto positivo. Um dos maiores problemas das empresas é a alta rotatividade de pessoas que usufruem do seguro-desemprego, provocando aumento de custos com demissões, contratações e treinamentos.

Auxílio-doença – Desta vez com impacto negativo, pois, o custo do empregador avança até 30 dias do afastamento do empregado.

Fique atento, mais mudanças certamente acontecerão!

 

 

Este conteúdo foi útil para você?
Sim0
Não0

Este conteúdo foi útil para você?
Sim0
Não0

Ei!? O que você achou deste conteúdo?
Compartilhe sua experiência

O seu endereço de e-mail não será publicado.
Todos os campos são obrigatórios.




Privacy Preference Center

Diminuir ou aumentar fonte
Contrast