O Brasil registrou em 2013 o pior resultado da balança comercial em mais de uma década, com redução de 86% do superávit em relação ao ano anterior, por conta do aumento das importações e queda nas exportações.

Depois de 11 meses registrando déficits no acumulado do ano, a balança comercial encerrou 2013 (leia-se dezembro) com superávit 2,561 bilhões de dólares, impulsionado pelo resultado acima das expectativas.

O resultado de 2013 representa um forte piora em relação a 2012, quando foi contabilizado um superávit de US$ 19,39 bilhões nas transações comerciais do Brasil com o exterior.

Segundo o MDIC, a piora do resultado comercial do ano passado está relacionada, principalmente, com o processo de manutenção de plataformas de petróleo no Brasil, que resultaram na queda da produção ao longo de 2013, e, também, com o aumento da importação de combustíveis para atender à demanda da economia brasileira.

Somente a chamada “conta petróleo”, que engloba as transações comerciais deste produto, e de combustíveis e lubrificantes, resultou em um déficit comercial (importações maiores do que vendas externas) superior a US$ 20,27 bilhões em 2013 – contra um saldo negativo de US$ 5,59 bilhões no ano anterior.

Mesmo com a decisão do governo de contabilizar como exportação US$ 7,736 bilhões obtidos com a venda de plataformas de petróleo que foram alugadas, na maior parte, para a Petrobras, o Brasil teve o pior desempenho no saldo do comércio internacional dos últimos 13 anos.

A crise financeira internacional, que diminui as exportações brasileiras, também foi, segundo o Secretário de Comércio Exterior do MDIC, responsável pelo fraco resultado de 2013, onde parceiros tradicionais do Brasil estão com demandas desaquecidas, em especial a Europa.

Será que então, finalmente, o Governo vai agir com Programas de Fomento às Exportações? Ou será que esses resultados se repetirão a cada ano!

Receba conteúdos exclusivos do Sebrae direto no seu email.

 

Este conteúdo foi útil para você?
Sim0
Não0

Este conteúdo foi útil para você?
Sim0
Não0

Ei!? O que você achou deste conteúdo?
Compartilhe sua experiência

O seu endereço de e-mail não será publicado.
Todos os campos são obrigatórios.




Privacy Preference Center

Diminuir ou aumentar fonte
Contrast