Aproveitando este período de compra de ingressos para a Olimpíada quero comparar um atleta e um empreendedor e identificar o que cada um pode aprender um com o outro.

O ápice de qualquer atleta é conquistar uma medalhe de ouro nas olimpíadas. Durante anos estes atletas se dedicam para atingir esta meta e se sagrar campeão e ter a honra de ser o único no alto do pódio. A primeira diferença de uma atleta e um empreendedor está aí. No mundo dos negócios não existe apenas um campeão, ou seja, podemos ter vários campeões ao mesmo tempo e para uma empresa ter sucesso não é obrigatório o fracasso de outras empresas.

Um campeão olímpico é feito de pequenas vitórias ao longo da vida e não apenas ganhando uma medalha. Um empreendedor também precisa ter pequenas vitórias no dia a dia atingindo suas metas e objetivos, mas nunca terá uma data marcada para atingir seu ápice, será um conjunto de vitórias que levará ao sucesso do negócio.

Receba conteúdos exclusivos do Sebrae direto no seu email.

 

A vida produtiva de um atleta é relativamente curta e, portanto, deve atingir seu ponto máximo ainda muito jovem, porem se alcança seu objetivo e ganha uma medalha olímpica terá seu lugar na história para sempre. Já um empreendedor terá que buscar seu lugar ao sol todos os dias e não importa as vitórias do passado. Tanto para um atleta como para um empreendedor se manter no topo é o mais difícil. Quando termina a vida de alto desempenho de um atleta começa sua vida empreendedora para aproveitar sua imagem de atleta, mas isso será o assunto de outro post.

As decisões e escolhas para o desenvolvimento de um atleta e de um empreendedor são muito parecidas, porem para um atleta saber se estas decisões foram acertadas ou não ficam mais claras pois seu desempenho é medido sistematicamente em provas e competições. Muitas vezes por não ter estes testes frequentes um empreendedor deixa em segundo plano seu próprio desenvolvimento. Fica evidente que falta para os empreendedores métricas e indicadores para possam medir seu desempenho.

Podemos ver que atletas e empreendedores tem muita coisa em comum e não é à toa que muitos atletas são considerados profissionais. Se identificar outras afinidades entre atletas e empreendedores deixe seu comentário.

 

 

Este conteúdo foi útil para você?
Sim0
Não0

Este conteúdo foi útil para você?
Sim0
Não0

Ei!? O que você achou deste conteúdo?
Compartilhe sua experiência

O seu endereço de e-mail não será publicado.
Todos os campos são obrigatórios.




Privacy Preference Center

Diminuir ou aumentar fonte
Contrast