Consumo consciente de Água Tratada

Em 2016 realizamos um estudo sobre alternativas para redução do consumo de água em nossas sedes. Dentro das possibilidades economicamente viáveis, identificamos a oportunidade de substituição de metais sanitários. 

No último trimestre de 2016 foram realizadas as melhorias, iniciando pela troca das válvulas de descarga simples para válvulas de duplo acionamento ou caixas acopladas nos banheiros dos escritórios do Sebrae no Paraná.

Essa ação totalizou 128 válvulas de descarga convencionais substituídas por válvulas de descarga com duplo acionamento e instalação de 49 descargas do tipo caixa acoplada.

Além da substituição dos sistemas de descarga dos banheiros, realizamos a troca de 154 torneiras comuns por torneiras de pressão (temporizador mecânico) com arejador (dispersor) do jato de água.

Essas ações em conjunto apresentaram a redução de 50 a 70% do consumo de água nas instalações sanitárias. Vale observar que essa redução não foi totalmente refletida na mesma proporção na conta de água das unidades, pois deve-se considerar os outros usos independentes dos metais sanitários controladores de vazão: atividades de limpeza, jardinagem, filtros das copas, etc.

Como podemos observar no gráfico acima, em 2018 tivemos uma redução média em torno de 18% no consumo de água tratada, comparativamente a 2016.

Vale observar que essa redução não foi maior devido a dois fatores: crescimento do número de atendimentos presenciais (eventos, treinamentos) ocorridos no período e também pela mudança de algumas sedes do Sebrae no Paraná para imóveis maiores, o que inviabiliza uma comparação direta do total de água tratada consumida. 

Tão importante quanto obter a redução é comunicar isso a todos os colaboradores para manter as equipes engajadas no propósito.