A otimização do uso de recursos naturais certamente tem forte vínculo com a dimensão ambiental mas no ambiente corporativo também representa algumas das primeiras medidas que podem ser tomadas para redução de custos e aumento da competitividade.

Iniciar por essa abordagem costuma ser a opção de muitas empresas porque economias geradas nessas ações podem ser revertidas para investimentos em outras áreas relevantes à Sustentabilidade.

Conheça a seguir algumas das principais ações implementadas no Sebrae no Paraná dentro da Dimensão Econômica da Sustentabilidade.

Eficiência Energética

Quando se fala em redução do consumo de energia elétrica devemos fazer uma abordagem que considere o custo x benefício dos investimentos necessários. Pode ficar caro, por exemplo, começar pela instalação de geração própria de energia (eólica, fotovoltaica, etc.), sem antes implantar medidas mais simples que visem reduzir o consumo ou mesmo eliminar o desperdício de eletricidade.

Uma dessas medidas simples e que se torna cada vez mais acessível é a substituição das lâmpadas convencionais por lâmpadas mais eficientes, como as de LED.

Em 2015 o Sebrae realizou uma ação-piloto em sua sede de Curitiba e substituiu em torno de 2500 lâmpadas fluorescentes por LED. Essa medida causou um impacto muito positivo na redução do consumo de energia pois o sistema de iluminação correspondia na época a aproximadamente 28% do consumo total de energia dessa sede.

No gráfico ao lado podemos visualizar o comparativo da economia de energia ao observarmos a curva de consumo de 2014 (antes da substituição das lâmpadas) e a de 2018.

Em 2018 o consumo acumulado em MWh fechou 10,25% menor que em 2014 na sede central!

Com os bons resultados obtidos, essa ação inicial foi ampliada em 2016 para mais 14 sedes do Sebrae e concluída em 2017 com a substituição nas 3 unidades remanescentes.

Ao todo foram substituídas em todo o estado 6.447 lâmpadas fluorescentes com potência entre 18 e 40W por lâmpadas LED entre 8 e 17W, o que gerou uma redução de consumo de 20,97% entre 2015 e 2018.

Com essa base instalada em 100% dos nossos escritórios, estamos estudando agora os investimentos necessários para os dois próximos passos: a eficientização dos equipamentos de ar-condicionado e, posteriormente, a instalação de geração própria de energia por meio de painéis fotovoltaicos.

Mesmo com esse ganho de eficiência não podemos descuidar do fator humano: campanhas internas para lembrar aos colaboradores e nossos visitantes o uso consciente de energia elétrica são sempre importantes para mantermos o nível de consciência sobre esse recurso.

Consumo de Energia em Computadores

Desde 2014 o Sebrae utiliza um software de gerenciamento que tem como objetivo controlar o consumo de energia elétrica nos computadores, reduzindo o desperdício e estimulando o consumo responsável.

A ferramenta identifica as máquinas que estão ligadas, porém sem atividade, e as coloca automaticamente em “stand by” sem afetar o trabalho do usuário.

A partir da instalação desse software, o mesmo indicou um potencial de redução no consumo de energia de aproximadamente 40% com o uso dos parâmetros de utilização sugeridos. Em função dessa iniciativa, o Sebrae além de economizar energia ainda neutraliza as emissões de CO² de seus notebooks e desktops.

Tão importante quanto obter a redução é comunicar isso a todos os colaboradores para manter as equipes engajadas no propósito.