Nesta semana um amigo me perguntou se o tal conceito de Reengenharia lançado por Michael Hammer, no início da década de 90 foi só um modismo ou ainda é atual já que ninguém mais tem abordado este tema?

Respondi que no meu entendimento, houve uma banalização do termo em função de algumas grandes empresas simplesmente realizarem demissões sem reverem seus processos e o conceito acabou por ser percebido como simplesmente terceirização, ou downsizing que significa enxugamento e, portanto, dispensa de funcionários.

A proposta dos autores estava principalmente centrada na concorrência das grandes empresas americanas com as empresas asiáticas, uma vez que as empresas asiáticas eram mais ágeis, mais inovadoras, design diferenciado, tinham custos menores, ou seja, mais competitivas.

Atualmente com avanço das tecnologias de informação e comunicação, a velocidade das relações entre as pessoas está cada vez mais impondo urgência nas tomadas de decisões, principalmente no que tange as estratégias empresariais, o que faz com que os processos tenham que ser revisitados constantemente.

Analisar processos é uma das melhores estratégias para garantir o alcance dos resultados e continuar a ser competitivo. É claro que ao redesenhar os processos talvez você identifique a necessidade de terceirizar ou fazer o enxugamento em sua empresa, mas o objetivo não é este.

Em última instância revisitar processos significa buscar um ganho de produtividade da empresa, é potencializar os resultados e continuar competitivo. Na análise dos processos, surgirá à possibilidade de inovação, melhoria da gestão e agregação de valor ao cliente e se a empresa levar em consideração dados comparativos com a concorrência, poderá surgir à necessidade de redesenhar o próprio negócio.

Esta é em última análise é a maior contribuição da Reengenharia, ou seja, é a oportunidade de a empresa continuar a competir num mercado que a cada dia surgem novos concorrentes com estratégias diferenciadas.

Como está a sua empresa? Tem revisto os macros processos e processos específicos? Os seus resultados tem sido os mesmos nos últimos anos? Estes resultados são satisfatórios? Peter Drucker nos ensinou que para termos resultados diferentes temos que fazer de forma diferente.

Nos dias de hoje além de fazer de forma diferente, há necessidade de fazer melhor e coisas diferentes.

Se você concorda ou discorda deixe o seu comentário.

Receba conteúdos exclusivos do Sebrae direto no seu email.

 

Este conteúdo foi útil para você?
Sim0
Não0

Este conteúdo foi útil para você?
Sim0
Não0

Ei!? O que você achou deste conteúdo?
Compartilhe sua experiência

O seu endereço de e-mail não será publicado.
Todos os campos são obrigatórios.




Privacy Preference Center

Diminuir ou aumentar fonte
Contrast