Esta polêmica do biscoito que é fresquinho por que vende mais ou vende mais por que é fresquinho pode ser transferida para questões do dia a dia de um empreendedor como a escolha de um ponto comercial para abertura de seu negócio. Afinal, a loja faz o ponto ou o ponto faz a loja?

A localização do empreendimento, principalmente para o comércio, é uma decisão importante. O primeiro passo é conversar com os clientes e identificar o que eles esperam do local. Possivelmente respostas como fácil acesso e segurança estarão entre os itens principais. Se o seu público-alvo tem carro provavelmente quando se refere à fácil acesso quer solicitar um estacionamento ou vagas na rua ou até mesmo convênios com estacionamento. Já se o cliente está a pé o fácil acesso pode ser a proximidade de sua casa ou trabalho.

A visibilidade do ponto pode influenciar a sua escolha. Ponto de esquina tem grande visibilidade porem são mais difíceis para estacionar, já pontos de meio de quadra são o inverso desta situação, ou seja, não tem tanta visibilidade, mas garante maior acessibilidade ao local. Precisamos prever eventuais mudanças no trânsito na região, muitas vezes a simples inversão do sentido da rua pode atrapalhar muito as vendas. Pesquise na prefeitura de sua cidade o plano diretor e o planejamento de crescimento do bairro onde deseja montar o negócio.

Converse com vizinhos sobre o que tinha no local antes de você se instalar. Conheci o caso de uma lanchonete que abriu em um ponto que foi utilizado por uma funerária durante anos. A brincadeira era para saber de onde vinha o “presunto” da lanchonete. Não alugue ou compre o imóvel antes de consultar na prefeitura se é permitida a abertura do seu negócio no ponto pretendido. Já vi muita gente que reformou o imóvel e depois não conseguiu o alvará de funcionamento. Foi prejuízo na certa.

Receba conteúdos exclusivos do Sebrae direto no seu email.

 

Analise os concorrentes e a proximidade deles. Em alguns casos abrir uma loja ao lado do concorrente pode ser um acerto. Existem várias ruas com comércios especializados em que várias lojas que vendem o mesmo produto abrem uma do lado da outra e isto garante um maior fluxo de pessoas interessadas naqueles produtos. Mas em outros casos a proximidade pode ser prejudicial. Se você observar estes itens terá uma grande chance de ter sucesso através da escolha do ponto.

Mas e quando a loja faz o ponto?

Já vi lojas abertas em bairros residências, em ruas sem grande fluxo de pessoas e carros que se tornaram casos de sucesso. Nestas situações o local era compensado por alguma vantagem competitiva que este comércio apresentava que fazia valer à pena o deslocamento ou a procura do local. Em alguns casos o acesso é difícil e um amigo precisa te levar lá na primeira vez o que garante um comprometimento e incentivo maior de quem indica. As pessoas adoram exclusividade e conhecer locais excelentes, com produtos inovadores e que poucos conhecem pode ser a chave do sucesso destes locais. Nestes casos a propaganda boca a boca é a grande impulsionadora.

Então podemos entender que se o seu produto não tiver muitas vantagens competitivas o local pode fazer a diferença. Mas se o seu produto for inovador, atender as reais necessidades do cliente, as dificuldades do local podem ser superadas.

Em seu negócio a localização é importante? Deixe seu comentário!

Este conteúdo foi útil para você?
Sim0
Não0

Este conteúdo foi útil para você?
Sim0
Não0

Ei!? O que você achou deste conteúdo?
Compartilhe sua experiência

O seu endereço de e-mail não será publicado.
Todos os campos são obrigatórios.




Privacy Preference Center

Diminuir ou aumentar fonte
Contrast