Cada vez mais os jovens e as crianças estão influenciando a compra de seus pais e familiares. Isso não é apenas um fato isolado das classes mais altas e com maior poder aquisitivo. De forma generalizada as crianças começam a impor seus desejos e necessidades. Atualmente no Brasil 40 milhões de crianças de 0 a 14 anos podem influenciar ou comprar diretamente mais de R$ 90 bilhões de reais. Isso é uma parcela significativa da economia. Esta influência não está restrita apenas a produtos de consumo próprio, mas também em decisões de compra de produtos para casa, carros e alimentos.

Receba conteúdos exclusivos do Sebrae direto no seu email.

 

Tal fato está cada vez mais presente no lar brasileiro, pois, a família tende a ficar cada vez menor, normalmente com um ou dois filhos. Isso faz com que o jovem e a criança passem a conviver mais tempo com adultos e incorporar seus hábitos de consumo. Empresas de telefonia móvel já aumentaram seu público para crianças a partir de 7 anos de idade. Outro ponto interessante é que muitas destas crianças passaram sua infância na frente da televisão ou da internet que são mídias com muita informação e formadores de novos comportamentos e que estimulam o consumo. Além da mídia eletrônica podemos ressaltar que esta geração não quer apenas que lhe digam o que fazer e está atrás de sua própria identidade. Suas fontes de escolha e decisões de compra também são outros amigos e colegas.

Esta tendência afeta seus negócios?

Deixe seu comentário

Este conteúdo foi útil para você?


Este conteúdo foi útil para você?

Ei!? O que você achou deste conteúdo?
Compartilhe sua experiência

O seu endereço de e-mail não será publicado.
Todos os campos são obrigatórios.




Privacy Preference Center

Diminuir ou aumentar fonte
Contrast