Pelos números da ABF existem inúmeros novos franqueadores todos os anos no mercado brasileiro. Veja no gráfico a evolução no número de redes de franquias no país.

Evolução do número de redes de franquias no Brasil 2003 a 2014

O objetivo de toda empresa franqueadora é expandir, mas preste muita atenção, ´crescer de forma desordenada é pior do que não crescer.

O bom crescimento de uma rede é aquele que acontece através de uma expansão sustentável.

Para exemplificar:

Receba conteúdos exclusivos do Sebrae direto no seu email.

 

Não, não errei no texto, a situação do caso de exemplo é realmente a idêntica após 2 anos, a diferença está na forma que chegamos nestes números.
No caso da expansão desordenada a franqueadora vendeu 17 franquias e 7 acabaram fechando rapidamente, enquanto no caso da expansão sustentável para ter 10 franquias em atividade foram vendidas 10 franquias e nenhuma fechou.

TRATA-SE APENAS DE UM EXEMPLO HIPOTÉTICO

Alguém pode perguntar: Qual o problema se o resultado ao longo do tempo é o mesmo?
O problema é que estamos vendo o curto prazo, no médio e no longo prazo a tendência é que o desgaste na imagem e na própria energia da franqueadora que cresceu desordenadamente faça que o seu crescimento comece a perder folego rapidamente e logo o número de fechamentos supera o de novas unidades até que em vez de expandir a rede começa a encolher. Algumas mantem-se pequenas e outras acabam sendo extintas.
Espero que o seu caminho seja o do crescimento sustentável porque as dicas a que se refere o título deste post são justamente para este tipo de expansão.

1. Obsessão pelo perfil do franqueado

É muito importante definir muito bem qual é o perfil desejado para o seu franqueado. Vejo muitos perfis assim: Proativo, Persistente, Comprometido, Dinâmico, etc.

Não é errado querer um franqueado assim, mas é quase obrigação para qualquer franqueado, de qualquer rede, além disso é necessário definir características, habilidades, experiências que realmente irão agregar especificamente na sua franquia. Além de definir é preciso analisar muito bem para selecionar apenas franqueados dentro do perfil.

2. Dê muita atenção para a viabilidade das unidades franqueadas

Alguns empresários colocam as suas fichas para manter a sua rede em contratos bem amarrados achando que isto trará segurança. Claro que os contratos são muito importantes, mas nenhum contrato mantém uma rede formada por unidades inviáveis.

3. Tenha processos bem definidos desde a captação do candidato até a operação da unidade

Os franqueados que percebem a seriedade e a segurança nos processos do franqueador desde os primeiros contatos dão mais credibilidade ao franqueador e assim seguem com grande afinco as suas orientações o que normalmente gera negócios com melhor desempenho. Veja bem, não adianta você fazer o processo de seleção, assinatura de contrato e orientação para implantação do negócio “de qualquer jeito” e depois esperar que o franqueado siga a risca suas regras.

4. Explore diversos canais para divulgar a sua franquia

Os investimentos em marketing como participação em feiras e anúncios em revistas especializadas são algumas das principais formas de divulgação do negócio, porém requerem investimentos elevados e não são as únicas opções. Dependendo do seu tipo de negócio se tiver atento ao mercado pode identificar diversos canais “alternativos” para divulgação. Alguns exemplos: blogs que tratam do tema, pontos de venda dos seus produtos (inclusive as unidades franqueadas), realização de workshops, patrocínio de eventos ligados ao seu negócio, etc.

  1. Lembre-se que está oferecendo uma oportunidade de investimento e não pedindo esmola.

É fácil ficar empolgado sempre que existe um interessado (com dinheiro) na compra de uma franquia, principalmente para os franqueadores novatos. Controle a ansiedade! Lembre-se que o seu negócio é uma oportunidade que está sendo oferecida, não faça concessões e não de descontos não programados para fechar uma venda. Se não tiver certeza que o seu negócio é realmente uma boa oportunidade que está oferecendo para o mercado…repense se é uma boa ideia atuar no setor de franquias.

Bons negócios, e até a próxima!

 

Vamos lá!

Este conteúdo foi útil para você?
Sim0
Não0

Este conteúdo foi útil para você?
Sim0
Não0

Ei!? O que você achou deste conteúdo?
Compartilhe sua experiência

O seu endereço de e-mail não será publicado.
Todos os campos são obrigatórios.




Privacy Preference Center

Diminuir ou aumentar fonte
Contrast