Acesso a Serviços Financeiros

Tipos de empréstimos

Capital de Giro

Destina-se a compra de mercadorias, reposição de estoques, despesas administrativas, entre outros. Ou seja, para o giro operacional das empresas.

Os empréstimos para capital de giro podem ser liberados de duas formas: – Isoladamente (capital de giro puro) – na maioria das vezes, este tipo de empréstimo não necessita da comprovação de sua destinação.

– Associado a investimentos fixo (capital de giro associado) – destinado à compra de insumos e/ou mercadorias.

Características:

  • Taxa de juros pré-fixada;
  • Financiamentos de curto prazo e sem carência;
  • Possibilidade de garantia por meio do próprio sócio.

Investimento Fixo

Operações de crédito de longo prazo destinadas a financiar implantação, expansão e modernização empresas, e, ainda, reposição de máquinas, equipamentos, móveis, utensílios e veículos; obras civis e instalações.

Essas operações financiam os ativos imobilizados das empresas: itens de permanência duradoura, destinados ao funcionamento das atividades da empresa.

Investimento Misto

Trata-se do capital de giro associado ao investimento. Por exemplo, a empresa financiou uma máquina e poderá necessitar de capital de giro para a matéria-prima.

Características:

  • Taxa de juros pré-fixada;
  • Financiamento de longo prazo e com carência;
  • Exigência de garantias reais, como bens e imóveis;
  • Exigência de recursos próprios.

Antecipação de Receita

Os recebíveis de sua empresa, ou seja, os valores a receber das vendas a prazo podem se transformar em garantias ou recursos à vista, por meio das seguintes formas de financiamento:

  • desconto de duplicatas e promissórias: a empresa cede esses títulos ao banco e obtém capital de giro para alavancar seus negócios, antecipando os recebimentos de suas vendas a prazo;
  • desconto de cheques: os cheques pré-datados são entregues e descontados antecipadamente no banco, que fornece à empresa recursos para cobrir eventuais necessidades de caixa;
  • faturas de cartões de crédito: a empresa cede seus créditos futuros ao banco e obtém capital de giro para alavancar seus negócios, colocando as faturas de cartão como garantia da operação.

Venda

A empresa pode obter um empréstimo direto do banco para os seus compradores e, assim, receber suas vendas à vista.

Compra

Permite que a empresa compre à vista de seus fornecedores com redução de custos. O banco deposita o valor da compra na conta do fornecedor e a empresa paga ao banco a prazo.

Conta Garantida

Linha de crédito rotativo vinculada à conta corrente da empresa. Os recursos são disponibilizados a qualquer momento, por solicitação do cliente. A garantia pode ser constituída com caução de cheques pré-datados, duplicatas ou notas promissórias. As taxas são, geralmente, maiores que das modalidades anteriores

Sebrae/PR - Todos os direitos reservados